Paróquia São José inicia fase paroquial do sínodo arquidiocesano

Por
16 de março de 2018

A Paróquia São José, da Região Episcopal Ipiranga, realizou, no dia 5, a abertura dos trabalhos paroquiais do sínodo arquidiocesano. Participaram fiéis que atuam nas pastorais da igreja-matriz e os das comunidades São José e dos Redentoristas.  

A celebração foi conduzida pelo Padre Valdenício Antonio da Silva, Pároco, e o Redentorista Padre Rogério Ramos.

“O Sínodo é um momento de reflexão e escuta! A Igreja e todo seu colegiado está se voltando para a comunidade em busca de entendimento e posicionamento dos seus fiéis diante a sociedade como cristãos, com o objetivo de aprimorar e auxiliar o processo das missões evangelizadoras.”, afirmou Padre Valdenício.

A comunidade assumiu o compromisso de realizar encontros formativos junto com o Pároco, para formar o maior número de agentes para divulgação e anúncio das atividades sinodais na Paróquia.

CLIQUE AQUI E SAIBA DETALHES SOBRE O SÍNODO ARQUIDIOCESANO

Comente

Começa a caminhada sinodal na Paróquia Nossa Senhora da Lapa

Por
16 de março de 2018

A Paróquia Nossa Senhora da Lapa, da Região Episcopal Lapa, realizou, no dia 3, a celebração que marcou o início da caminhada paroquial no sínodo arquidiocesano. O momento contou com cerca de 500 pessoas, entre fiéis e lideranças pastorais.

Juntos, os participantes renovaram as promessas do Batismo e assumiram o compromisso para o fortalecimento da evangelização na Arquidiocese de São Paulo.

Mais de dez grupos paroquiais foram criados para estudar, refletir e propor ações.

E para os fiéis que não têm vínculo com algum grupo ou pastoral paroquial, a Coordenação Paroquial do sínodo criou um grupo aberto à comunidade, que se reunirá toda terceira sexta-feira de cada mês para reflexão sobre a caminhada sinodal.

CLIQUE AQUI E SAIBA DETALHES SOBRE O SÍNODO ARQUIDIOCESANO

 

Comente

Paróquia Imaculada Conceição realiza abertura do sínodo

Por
19 de março de 2018

A Paróquia Imaculada Conceição, da Região Episcopal Ipiranga, celebrou, no 25 de fevereiro, a abertura paroquial do sínodo arquidiocesano. Participaram da celebração lideranças de pastorais e movimentos, além dos fiéis da Capela Santa Paulina.

Quem conduziu a celebração foi o Pároco, Padre Boris Augustin Nef Ulloa, acompanhado do então Vigário Paroquial, Padre Israel Mendes Pereira (atual Pároco da Paróquia Santa Paulina), do Diácono Permanente Koichi Sanoki e de seminaristas salesianos.

Na procissão entraram todos os símbolos e materiais disponíveis a serem utilizados ao longo do ano sinodal paroquial. Foram entronizadas no presbitério: as imagens da Imaculada, de Santa Paulina e as relíquias de São Luís e Santa Zélia Martin. Igualmente o cartaz, o banner, a vela e o livro do sínodo, bem como o plano de pastoral arquidiocesano foram dispostos em local de destaque no presbitério.

Após a celebração, todos se reuniram em grupo para analisar o percurso sinodal que será realizado na Paróquia e discutir os principais desafios. Grupos que realizarão os encontros sinodais nas casas, também foram divididos.

CLIQUE AQUI E SAIBA DETALHES SOBRE O SÍNODO ARQUIDIOCESANO

 

Comente

A semana do sínodo na Região Episcopal Ipiranga

Por
16 de março de 2018

A Paróquia Nossa Senhora das Dores, no Setor Pastoral Ipiranga, realizou, no dia 11, a celebração de abertura do sínodo arquidiocesano, que contou com a presença dos fiéis e lideranças pastorais.

O Frei Fábio Luiz Ribeiro, Pároco, destacou que o sínodo vem para acrescentar e dar vida à comunidade como sal da terra e luz do mundo e que cada batizado deve contribuir neste trabalho de evangelização.

SÍNODO NA PARÓQUIA

“A paróquia é comunidade animada e santificada pelo Espírito Santo. A santidade é, acima de tudo, resultado da ação do Espírito Santo em nós, quando nos deixamos inspirar, animar e conduzir por ele. E, então, a santidade é também fruto da nossa fidelidade ao Evangelho e aos Mandamentos de Deus. A paróquia tem a missão de mostrar a todos o caminho da vida santa, pela pregação do Evangelho e a formação cristã e a celebração dos Sacramentos. A paróquia é lugar de santificação.”

“O Papa São João Paulo II disse, em 2001, que “o horizonte para o qual deve tender todo o caminho pastoral da Igreja é a santidade”. Assim, a programação pastoral de nossa Paróquia também deve ser marcada pela busca da santidade, pois ela é a prioridade das prioridades pastorais. Ser santos é a meta da vida cristã; é ter parte com Deus e estar em comunhão com Ele.”

(Extraído do subsídio “Sínodo – Etapa preparatória de base nas Paróquias”, pag. 36 e 37)

Comente

A semana do sínodo na Região Episcopal Belém

Por
16 de março de 2018

A Paróquia Santo Antônio de Lisboa, no Setor Pastoral Tatuapé, realizou, no dia 4, a celebração da abertura da etapa paroquial do sínodo arquidiocesano.

No mesmo dia, na Paróquia Natividade do Senhor, no Setor Pastoral Guarani, aconteceu também a apresentação da Comissão Paroquial do sínodo.

Na Paróquia São Pedro Apóstolo, no Setor Pastoral Vila Alpina, também no dia 4, uma celebração marcou a abertura da etapa paroquial do sínodo com os fiéis e os representantes pastorais.

Já na Paróquia Santa Adélia, no Setor Pastoral Conquista, a abertura paroquial dos trabalhos sinodais ocorreu, no dia 6, e contou com as lideranças pastorais.

O SÍNODO NA PARÓQUIA

“A missão da paróquia é evangelizar e esta também é sua maior alegria. O Papa Francisco nos diz: ‘Recuperemos e aumentemos o fervor de espírito, a suave e reconfortante alegria de evangelizar, mesmo quando for preciso semear com lágrimas! (...) Que o mundo possa receber a Boa-Nova dos lábios, não de evangelizadores tristes e desanimados, impacientes ou nervosos, mas sim de ministros do Evangelho, cuja vida irradie fervor, pois foram eles que receberam, por primeiro, a alegria de Cristo’ (Papa Francisco - EG,10).”

“A paróquia inteira precisa ser animada pela Palavra de Deus. A Palavra de Deus é lida e acolhida com fé na Liturgia, principalmente durante a Missa. Mas também precisa ser lida em casa, nas famílias. Ela precisa orientar a iniciação à vida cristã na catequese, nos retiros, encontros e cursos de formação cristã. Sem o serviço constante e amoroso à Palavra de Deus, a fé esfria, a moral se desvia, as organizações da Igreja perdem seu sentido e a comunidade cristã fica desorientada.”

(Extraído do subsídio “Sínodo – Etapa preparatória de base nas Paróquias”, pag. 30)

Comente

Região Episcopal Ipiranga inicia atividades do sínodo Arquidiocesano

Por
08 de março de 2018

O clero atuante da Região Episcopal Ipiranga esteve reunido em 27 de fevereiro, para um encontro onde o tema central foi o sínodo arquidiocesano em sua fase paroquial.

Assessorado pelo Padre Tarcísio Marques Mesquita, Coordenador Arquidiocesano de Pastoral e Secretário Executivo do sínodo, os Padres tiveram a oportunidade de sanar suas dúvidas e tomar maior contato com o regulamento dessa fase sinodal.

Também a Paróquia Santa Ângela e São Serapião, no Setor Pastoral Cursino, iniciou no sábado, 3, as atividades do sínodo. 

O Pároco, Padre José Lino Mota Freire, enviou uma carta de próprio punho aos agentes pastorais, que atenderam seu pedido e estiveram na celebração de abertura. Em sua homilia, Padre José Lino salientou que “este momento sinodal vem para nos reaproximarmos e caminharmos juntos, sendo sal e luz da terra’”.

As atividades do sínodo também tiveram inicio na Paróquia Santa Paulina, no Setor Pastoral Anchieta, no domingo, 4. Estiveram presentes na celebração adolescentes, jovens, adultos e idosos, membros das comunidades, pastorais, grupos e movimentos paroquiais.

SÍNODO NA PARÓQUIA 

"Escutar a Palavra de Deus é ter uma atitude de discípulo. Quem não escuta nem acolhe a Palavra de Deus pode estar edificando sua vida sobre um terreno e sobre bases muito fracas. A escuta atenta e a resposta de fé à Palavra de Deus nos ajudam a construir a vida pessoal e da comunidade humana sobre alicerces profundos e nos enchem de confiança e esperança."

"A Palavra de Deus deve ocupar um lugar central na vida da Igreja e de cada paróquia. É ela que precisa orientar toda a vida de nossa Paróquia.A comunidade paroquial inteira e cada membro e cada família que dela faz parte deve ser discípulo e discípula da Palavra de Deus. Jesus promete que será feliz quem ouve e pratica a Palavra de Deus."

(Extraído do subsídio “Sínodo – Etapa preparatória de base nas Paróquias”, pag. 29)

Comente

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.