Polônia e Hungria barram ‘LGBTIQ’

Por
05 de janeiro de 2019

A Polônia e a Hungria barraram a inclusão de direitos “LGBTIQ” (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais, Intersexuais ou “Queer”) em uma declaração conjunta de ministros sobre igualdade de gênero. Muitos dos ministros dos outros países mostraram-se indignados pela decisão polonesa e húngara. Wouter Koolmees, ministro holandês, afirmou que os direitos “LGBTIQ” são “valores centrais” da União Europeia: “Isso não está aberto à discussão e nenhum Estado membro deveria ter um problema com isso”, disse.

A Polônia e a Hungria têm sido consideradas membros inconvenientes da União Europeia, porque se opõem à agenda politicamente correta e globalista que dirige a União. Ambos os países têm lutado contra a redefinição do casamento para incluir a união de pessoas de um mesmo sexo, bem como contra a doutrinação de crianças em matéria de homossexualidade. O ministro das relações exteriores húngaro, Péter Szijjártó, declarou – provocando grande polêmica – que seu País deseja preservar a “Europa cristã” e que gostaria que a Hungria permanecesse uma nação cristã. 

Fonte: Life Site News
 
 

LEIA TAMBÉM: Atentado no maior mercado de Natal do mundo

Comente

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.