A Virgem Maria leva nossas carências e necessidades até Jesus

Por
22 de outubro de 2019

O Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora Aparecida, do Ipiranga, celebrou, no sábado, 12, a 77ª  Festa da Padroeira.
A igreja matriz da Paróquia criada, em 1942, foi elevada a santuário há dois anos pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano. De Roma, onde participou da cerimônia de canonização da Irmã Dulce dos Pobres, no domingo, 13,  o Arcebispo enviou um convite ao povo da Arquidiocese para participar das celebrações no Santuário.
Foram 11 missas, mais de 30 padres, 15 diáconos e seminaristas, das casas de Teologia e Filosofia, e mais de 400 leigos que se organizaram para preparar e celebrar a festa.
Também participaram das missas Dom Eduardo Vieira dos Santos, Dom Jorge Pierozan, Dom Devair Araújo da Fonseca e Dom José Roberto Fortes Palau, Bispos Auxiliares da Arquidiocese de São Paulo.
A missa campal, que lotou a rua em frente ao Santuário, foi presidida por Dom José Roberto, e teve a coroação de Nossa Senhora Aparecida feita por crianças.
Na homilia, Dom José Roberto falou sobre como a Virgem Maria intercede por todos a Deus. “Ela leva até Jesus as nossas carências, nossas necessidades. Mesmo quando não pedimos ou nem sequer percebemos os riscos que corremos, ela intercede por nós.” O Bispo também falou sobre a humildade testemunhada por Maria, exemplo a ser seguido por todos os fiéis. “O melhor presente que podemos dar a Nossa Senhora Aparecida é ser bons filhos, e  o  filho bom assimila as virtudes da mãe. Que a Virgem Maria interceda por nós, que transforme a água da nossa tristeza em vinho de alegria”, afirmou. 
Durante a festa, o Santuário pôde acolher as forças vivas da Arquidiocese, como a Pastoral da Saúde, com o seu trabalho nos hospitais.
O Reitor e Pároco acolheu e agradeceu a participação de todos e colocou o Santuário à disposição da Arquidiocese.

Comente

Festa da Padroeira movimenta Santuário Nacional de Aparecida

Por
18 de outubro de 2018

O Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, no município de Aparecida (SP), recebeu, na sexta-feira, 12, milhares de romeiros e fiéis. Com o tema “Em Jesus, com Maria, restauramos a vida”, em 2018 a Basílica comemora 40 anos da restauração da imagem da Padroeira, após ter sido quebrada num atentado em 1978.

Segundo o Reitor do Santuário, Padre João Batista de Almeida, o Brasil precisa também de oração por causa das eleições presidenciais. Este ano, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) buscou impulsionar a liderança dos cristãos leigos na comunidade. “É um momento para a gente rezar pela nossa Igreja, sobretudo aqui no Brasil e na América Latina, para que possa ser restaurada e reestruturada a partir da missão do leigo”, disse o Padre, em razão do Ano do Laicato.  

Toda festa dedicada à Padroeira do Brasil no Santuário Nacional engloba números impressionantes: somente no dia 12, 160 mil romeiros prestigiaram a programação das comemorações, em cinco celebrações eucarísticas, tendo sido necessários 325 Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão para ajudar na distribuição da Eucaristia. Pela primeira vez este ano, a capacidade do estacionamento do Santuário chegou ao máximo, o que obrigou seu fechamento às 8h30. Entre sexta-feira, 12, e domingo, 14, 285 mil devotos visitaram o maior templo mariano do mundo.

“A minha avaliação é muito positiva pelo envolvimento das equipes, que foram muito fiéis à proposta desse ano, e o envolvimento do povo, que participou ativamente de cada uma das celebrações. O resultado é aquilo que é vocação do Santuário: ser um lugar de oração, onde as pessoas vêm para um encontro com Deus, um encontro comunitário, e a festa é esse grande momento”, concluiu o Reitor do Santuário.

Fonte: Santuário Nacional de Aparecida e Agência Brasil 
 

LEIA TAMBÉM: Mais de 20 mil fiéis passam pelo Santuário Nossa Senhora Aparecida, no Ipiranga

Comente

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.