Faculdade de Direito Canônico ‘São Paulo Apóstolo’ comemora o seu quinto aniversário

Por
12 de abril de 2019

A primeira Faculdade de Direito Canônico reconhecida no Brasil pela Congregação para a Educação Católica completou 5 anos na segunda-feira, 8. A Faculdade de Direito Canônico “São Paulo Apóstolo”, da Arquidiocese de São Paulo, foi erigida canonicamente em 26 de fevereiro de 2014. Na mesma ocasião, foram aprovados, também por cinco anos, os estatutos da Faculdade.

Após 15 anos de funcionamento, a Sé Apostólica acolheu o projeto e o pedido da Arquidiocese de São Paulo para que o Instituto de Direito Canônico “Padre Giuseppe Benito Pegoraro” fosse elevado à condição de Faculdade Eclesiástica de Direito Canônico.

 

AÇÃO DE GRAÇAS

Uma missa, presidida por Dom Sergio de Deus Borges, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Paulo na Região Episcopal Santana e Presidente da Sociedade Brasileira de Canonistas, desde 2011, foi celebrada pela manhã.

“Com alegria nos reunimos nesta manhã para render ação de graças pelo quinto aniversário da Faculdade de Direito Canônico ‘São Paulo Apóstolo’. Agradecer a todos os professores e estudantes que fazem parte desta história e que vieram participar da celebração”, disse Dom Sergio de Deus, no início da missa que contou com a presença de alunos, professores, funcionários e outras pessoas ligadas à Faculdade.

Dom José Roberto Fortes Palau, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Paulo na Região Episcopal Ipiranga, e Cônego Martin Segú Girona, Decano da Faculdade, além de outros padres, concelebraram a missa, que aconteceu na Capela do Seminário de Teologia Bom Pastor, no Ipiranga, zona Sul de São Paulo.

Na homilia, ao refletir sobre a liturgia do dia, Dom Sergio recordou que nos dias que antecedem a Páscoa, “é preciso reavivar o dom recebido no Batismo, aquela chama que, por vezes, arrisca ser sufocada, alimentando-a com a oração e com a caridade em relação ao próximo”.

 

CRESCIMENTO

No fim da celebração, Cônego Segú agradeceu a todos os presentes o apoio, dado, desde sempre, pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano e Grão-Chanceler da Faculdade de Direito Canônico, bem como ao Padre Carlos Roberto Santana da Silva, Diretor da Faculdade e titular da Congregação para a Educação Católica.

Em 2019, foram matriculados 32 mestrandos e 4 doutorandos. No Instituto, em Marília (SP), são 34 os mestrandos. Ao todo, 66 estudantes estão matriculados. Durante os 5 anos de existência, colaram grau 29 mestres e 8 doutores.

Além disso, a Faculdade propiciou 11 cursos de extensão, além das cinco semanas do Direito Canônico, atividade promovida anualmente e aberta ao público em geral e publica, regularmente, a revista Suprema Lex.

O Cônego recordou, ainda, a visita do Cardeal Giuseppe Versaldi, atual Prefeito da Congregação para a Educação Católica, em novembro de 2018. “Ficamos todos surpresos, pois Vossa Eminência chegou duas horas antes do tempo marcado para a sessão solene. Chegou para conversar conosco e nos dizer oralmente que a Congregação para a Educação Católica estava satisfeita com nossa caminhada e incentivou-nos que continuássemos assim, pois hoje somos respeitados tanto quanto qualquer outra Faculdade de Direito Canônico”, disse Cônego Segú.

 

FRUTOS E PERSPECTIVAS

Padre Vicente Gilson dos Santos, da Diocese de Santo Amaro, faz parte do corpo docente da Faculdade de Direito Canônico “São Paulo Apóstolo” desde 2014. Ele fez mestrado e doutorado quando a Faculdade ainda era Instituto.

“Eu ia para Roma para fazer doutorado, quando abriu a primeira turma no Instituto, e, hoje, leciono aqui, além de trabalhar no Tribunal Eclesiástico. Para mim, é um dom grande, porque sempre gostei do Direito e vejo o quanto tem crescido o interesse de sacerdotes, religiosos e leigos pelo Direito Canônico, o que é muito bom”, avaliou Padre Vicente.

 

LEIA TAMBÉM: Arquidiocese realiza encontro sobre música sacra litúrgica

 

Comente

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.