Aos camilianos: doação amorosa aos doentes e sofredores Vatican Media

Por
21 de março de 2019

Em audiência privada com 70 membros da Família Camiliana, o Papa Francisco reconheceu o empenho de estarem “constantemente empenhados em uma doação amorosa e generosa aos doentes, realizando uma missão preciosa, na Igreja e na sociedade, com os sofredores”.

Além de religiosos e religiosas, a Família Camiliana reúne consagrados seculares e fiéis leigos, todos em um só carisma. Seus grupos e comunidades têm como fundador o religioso italiano São Camilo de Lellis. Dedicam-se especialmente à assistência espiritual e corporal dos doentes.

“Quando a doença começa a perturbar e, às vezes, a desestabilizar a nossa vida, então sentimos forte necessidade de ter ao nosso lado um irmão compassivo e também competente, que nos consola, sustenta-nos, ajuda-nos a recuperar o bem precioso da saúde, ou nos acompanha até os limiares do nosso encontro final com o Senhor”, refletiu o Papa, que os incentivou a cultivar a comunhão e um “estilo sinodal” que ele apresentou novamente a toda a Igreja.

 

LEIA TAMBÉM: Cada um carregue sua própria cruz, mas espere a Ressurreição

Comente

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.