NACIONAL

Aparecida

Terço dos Homens leva 80 mil pessoas ao Santuário Nacional de Aparecida

Por Nayá Fernandes
21 de fevereiro de 2019

A Romaria começou com missa presidida por Dom Gil Antônio Moreira, Arcebispo de Juiz de Fora (MG) e Bispo Referencial para o Terço dos Homens

Pascom da Paróquia Nossa Senhora Aparecida dos Ferroviários

A XI Romaria do Terço dos Homens ao Santuário Nacional de Aparecida (SP) aconteceu nos dias 15 e 16 e reuniu 80 mil homens de todo o Brasil.

A Romaria começou com missa presidida por Dom Gil Antônio Moreira, Arcebispo de Juiz de Fora (MG) e Bispo Referencial para o Terço dos Homens. Na homilia, o Bispo destacou o tema do encontro “Terço dos Homens: não basta rezar, é preciso agir” e o lema “Eis-me aqui”.

Dom Gil lembrou que esse movimento tem se organizado, fortalecido e crescido em todas as dioceses, já tendo mais de 1,5 milhão de homens participantes.

“A cada ano, o número de participantes aumenta. Isso revela a sede de Deus que vem crescendo no coração dos homens. A expectativa para este ano era de 50 mil homens, mas foi superada, chegando a 78 mil inscritos no site do Santuário Nacional, vindos de todas as partes do Brasil”, disse, ao O SÃO PAULO, o Padre Wellington Laurindo dos Santos, Pároco da Paróquia Santa Margarida Maria e responsável pela articulação do Terço dos Homens na Região Episcopal Sé.

Padre Wellington recordou, ainda, algumas palavras de Dom Gil: “Quando você reza com fé, você está, com seu exemplo, atraindo outros homens. Mas também é preciso ir atrás daqueles que estão desanimados, que foram por outros caminhos. É preciso chamá-los. Temos que agir. Quem começa a rezar, depois aprende a agir... é que Deus ensina a praticar o amor”.

No sábado, 16, a missa às 7h30 foi presidida por Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Aparecida.

 

EM ORAÇÃO POR TODOS

Um dos momentos fortes da Romaria foi a recitação do Terço dentro do Santuário Nacional. “As vozes ecoavam pedindo a intercessão de Nossa Senhora por suas intenções pessoais, de familiares, amigos e de todos os brasileiros. O primeiro mistério foi rezado por um grupo do Terço dos Homens de Brumadinho (MG), com intenção especial por todas as vítimas e seus familiares. Terminamos a XI Romaria do Terço dos Homens com a Consagração a Nossa Senhora Aparecida”, afirmou o Padre Wellington.

Dom Gil anunciou que a experiência do Terço dos Homens está ultrapassando as fronteiras do País. Há grupos em Moçambique, no Haiti e no Panamá.

Muitos grupos da Arquidiocese de São Paulo participaram da Romaria, o que confirma, segundo o Padre Wellington, o crescimento do movimento na Capital Paulista, conforme constatado na pesquisa do sínodo arquidiocesano.

“O Terço dos Homens é uma realidade dentro da Igreja no Brasil que contribui com a evangelização no País. A Romaria é um acontecimento que fortalece o grupo, para que continuemos perseverando em nossa caminhada como cristãos”, afirmou Mario Sérgio, coordenador do grupo da Paróquia Nossa Senhora Aparecida dos Ferroviários, da Região Episcopal Sé, que também levou à Romaria seis acolhidos do Arsenal da Esperança que participam semanalmente dos encontros do Terço dos Homens.

(Com informações do portal A12) (Colaboraram: Padre Wellington Laurindo, Lívia Miranda, Robson Araujo Souza e Marcos Rubens)
 

LEIA TAMBÉM: ‘São Francisco na arte de mestres italianos’

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.