SÃO PAULO

Sínodo Arquidiocesano

Sínodo terá levantamento da realidade pastoral e religiosa das paróquias

Por Fernando Geronazzo
04 de abril de 2018

Paróquias em toda a Arquidiocese de São Paulo, iniciam a etapa paroquial do sínodo neste mês
 

Jose Luiz Altieri

As paróquias estão aderindo ao sínodo arquidiocesano de São Paulo. Muitas já iniciaram as atividades da primeira etapa do caminho sinodal, que propõe a reflexão nas bases da vida eclesial. 

Para ajudar nesse processo, além do subsídio elaborado para a realização das reuniões em grupos, a Comissão de Coordenação Geral do sínodo está organizando roteiros de levantamentos das realidades paroquial e religiosa.

O levantamento da realidade paroquial, destinado aos párocos, administradores paroquiais, conselhos de pastoral e secretários, tem o objetivo de auxiliar as paróquias a tomarem consciência da sua organização pastoral.

Além de informações como população presumida, número de celebrações, perfil de participantes das missas, o levantamento também buscará informações sobre os números de sacramentos ministrados nos últimos dez anos, quantidade pastorais, movimentos e associações, bem como o número de escolas presentes no território da paróquia. 

 

EM CAMPO

O outro levantamento, previsto para ser realizado entre os meses de julho e agosto, envolverá mais pessoas que irão a campo em busca de informações sobre a realidade religiosa dos moradores da paróquia. Para isso, será usado um formulário comum, no formato digital, a todas as paróquias da Arquidiocese para facilitar a tabulação dos resultados. “Desse levantamento será possível obter um diagnóstico da realidade pastoral e evangelizadora da Igreja em São Paulo, a partir das suas ‘bases’ da vida eclesial, nas paróquias, comunidades e organizações eclesiais e pastorais”, explicou o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano, no artigo publicado no O SÃO PAULO , em 13 de setembro de 2017. 

Para o desenvolvimento da metodologia da pesquisa, a Arquidiocese conta com o apoio da Coordenadoria de Estudos e Desenvolvimento de Projetos Especiais (Cedepe) da PUC-SP, que disponibilizou especialistas das áreas de Sociologia, Antropologia, Geografia e Estatística. A Cedepe também auxiliará no treinamento dos agentes paroquiais que realizarão as pesquisas domiciliares. 

“É importante que cada comunidade se dê conta da sua real situação religiosa e pastoral e dos desafios mais importantes que deve enfrentar”, acrescentou o Cardeal. 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.