Jornal o São Paulo

NACIONAL

Política

Semana Política

Por Fernando Geronazzo
12 de fevereiro de 2018

Reforma da Previdência, eleições e documento de identidade foram pautas da politica na semana que passou

Reprodução de Internet

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

O Presidente do Senado, Eunício Oliveira, afirmou, na terçafeira, 6, que caso o Governo consiga aprovar a reforma da Previdência na Câmara, não será fácil votar o tema no Senado às pressas. Para ele, será difícil convencer os senadores que a matéria, depois de passar um ano e dois meses na Câmara, seja aprovada sem um tempo para debates. “O sistema é democrático e bicameral”, disse.

Em entrevista à Rede TV! , na segunda-feira, 5, o Presidente Michel Temer declarou que o Governo não pode ficar discutindo a reforma da Previdência ao longo de todo o ano e afirmou que o tema precisa ser votado nas próximas semanas, independentemente do resultado. Ele lembrou que, a partir de junho, o Congresso deve se voltar principalmente à questão eleitoral e que o Governo precisa tocar outras reformas. 

 

VOTO IMPRESSO

A Procuradora-geral da República, Raquel Dodge, entrou na segunda-feira, 5, com uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) no Supremo Tribunal Federal (STF) para derrubar a obrigatoriedade do voto impresso em parte das urnas eletrônicas nas eleições de outubro. Para a ela, a impressão do voto ofende o princípio constitucional do sigilo do voto.

A impressão foi aprovada no Congresso em 2016 e prevê a continuidade da votação por meio da urna eletrônica, mas com a impressão de um boletim dos votos computados, que serão colocados em uma urna física lacrada, para que possam ser auditados. O comprovante não será dado ao eleitor. 

 

DOCUMENTO NACIONAL DE IDENTIDADE

Foi lançado na segunda-feira, 5, em Brasília (DF), o projeto piloto do Documento Nacional de Identidade (DNI). O documento será digital e vai reunir diferentes registros civis, como CPF e título de eleitor. A intenção é que a partir de julho deste ano, a iniciativa comece a chegar aos cidadãos brasileiros. No futuro, o DNI deve incluir diversos documentos à medida em que sejam firmados convênios com órgãos públicos para a integração da base de informações.

(Com informações de Agência Brasil, Senado e Rede TV!) 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.