SÃO PAULO

NA CATEDRAL DA SÉ

Projeto ‘Pequenos Chefs’ reúne crianças carentes assistidas pela Pastoral do Menor

Por Flavio Rogério Lopes
30 de abril de 2019

80 crianças participaram da 2º edição da iniciativa e realizaram o tour pela Catedral e aprenderam receitas divertidas   

Pastoral do Menor

A Catedral Metropolitana de São Paulo, localizada na Praça da Sé, abriu suas portas nesta terça-feira, 30, para 2º edição do projeto “Pequenos Chefs na Catedral”, que acolheu 80 crianças carentes de centros educacionais e projetos sociais assistidos pela Pastoral do Menor da Arquidiocese de São Paulo. 

Na ação, as crianças de 7 a 13 anos realizaram o tour pela igreja-mãe da Arquidiocese e aprenderam, além das histórias e curiosidades, algumas receitas com o chef Anderson Clayton, idealizador do projeto que conta com o apoio da Sabesp e do Governo do Estado de São Paulo.

CULTURA E LAZER

Segundo Sueli Camargo, coordenadora arquidiocesana da Pastoral do Menor, o evento também é uma oportunidade de relembrar a Campanha da Fraternidade 2019, pois o lazer e a cultura são políticas públicas que as crianças precisam ter acesso. 

“O objetivo é que essas crianças tenham um momento cultural e de aprendizado e a oportunidade de conhecer a Igreja-mãe, pois muitos deles se quer tem a oportunidade de vir ao centro e conhecer a Catedral, pois são das periferias distantes. Também é um momento de evangelização através da história e cultura”, disse Sueli.

A coordenadora reiterou que essa experiência marca a vida e a história das crianças e também é uma oportunidade de muitos terem o primeiro ‘anúncio da fé’, por meio dos momentos proporcionados por este projeto, que até os próprios educadores se envolvem.

“Muitos profissionais vinculados aos diversos projetos nunca tiveram essa oportunidade e hoje são adultos e não tinham esse conhecimento dessa história rica que nossa catedral trás. Então para os educadores que acompanham esse processo, também tem sido gratificante pela experiência e aprendizado”, concluiu.

EM TORNO DA MESA

Depois de realizar o tour pela igreja, lideradas pelo personagem Guinho, as crianças tiveram a oportunidade de se tornar pequenos chefs de cozinha, com direito a diploma, mas antes aprenderam receitas mais saudáveis de brigadeiro com aveia e suco verde.

O Chef Anderson Clayton recordou a alegria de toda equipe em realizar pelo segundo ano da iniciativa que acima de tudo é social e educativa, em vez de impor restrições alimentares mostra o universo da Gastronomia e da Culinária para as crianças por meio dos princípios cristãos.

“Apresento essas receitas de forma lúdica, divertida, educacional e passando os princípios cristãos, pois a gente acredita que é em volta da mesa e ao repartir do pão que a criança vai entender o que é família”, disse Anderson.

EDUCAÇÃO E INCLUSÃO

O chef contou que o principal objetivo da iniciativa é, por meio do aspecto social, levar a Cultura e a Gastronomia para as crianças, em parceria com a Arquidiocese de São Paulo e a Catedral da Sé.

“A gente prefere mostrar o universo da Gastronomia e da Culinária para que as crianças comecem a entender o que é comer bem. Acho que essa é a grande brincadeira e sacada do projeto. A partir do momento que a criança percebe que uma fruta legal, pode fazer um doce super saudável ai eles começam a conhecer e descobrir os alimentos”, concluiu Anderson.

 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.