SÃO PAULO

PASTORAL DA SAÚDE

Pastoral da Saúde realizará missa em ação de graças pelas ações de 2019

Por Redação
05 de dezembro de 2019

A celebração será presidida por Dom Devair Araújo da Fonseca, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Brasilândia

No sábado, 14, às 9h, na Catedral da Sé, a Pastoral da Saúde realizará missa em ação de graças pelas atividades feitas em 2019. A celebração será presidida por Dom Devair Araújo da Fonseca, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Brasilândia.
Neste ano, a Pastoral da Saúde realizou 12 cursos nas regiões episcopais e o Curso de Pastoral Hospitalar no Mosteiro de São Bento, aos sábados pela manhã. Ao todo, são 284 novos agentes de Pastoral que concluíram os cursos e agora estarão à disposição das paróquias e hospitais.
Diante da dificuldade de acesso devido à distância e atendendo a um apelo feito pelos membros do Setor Pastoral Perus, na Região Episcopal Brasilândia, a Pastoral da Saúde organizou um curso para aquele Setor. Também foram reativados os cursos da Regiões Episcopais Ipiranga e Belém e existe a possibilidade de, em 2020, se organizarem cursos em setores pastorais mais distantes e que tenham dificuldade de acesso aos que já são organizados.
As capelanias hospitalares também foram objeto de atenção especial da Coordenação da Pastoral da Saúde. Além de fortalecer as capelanias hospitalares já existentes, está sendo implantada a Capelania no Hospital Universitário da Universidade de São Paulo (USP). Também fruto de muito trabalho, neste ano houve a restauração e reinauguração da Capela do Hospital Menino Jesus, que agora está à disposição da comunidade hospitalar. Em 2020, a Pastoral da Saúde quer continuar a implantar mais capelanias. O Hospital A. C. Camargo e o Hospital “Vermelhinho” da Vila Maria já fizeram tal solicitação.
Outro fruto do trabalho da Pastoral da Saúde foi um manual com as Diretrizes da Arquidiocese de São Paulo para a Assistência Espiritual e Religiosa nas Unidades de Saúde, aprovado pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano. Esse manual, além de dar orientações sobre as boas práticas dos agentes de Pastoral da Saúde quando estiverem em atuação, traz toda a legislação sobre o direito e o dever da Igreja de assistir os enfermos nas instituições de saúde.
Durante este ano, a Pastoral da Saúde organizou dois eventos. O primeiro foi o IV Seminário dos Militantes em Políticas Públicas de Saúde e em defesa do Sistema único de Saúde (SUS), com o tema “16ª Conferência Nacional de Saúde: Democracia e Saúde – fazer acontecer na base”, que teve a participação do presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Fernando Pigatto, entre outros debatedores.
O segundo foi a Manhã de Espiritua-
lidade dos Profissionais da Saúde, da qual participaram muitas pessoas, tendo como orientadora a professora doutora Maria Júlia Paes da Silva, que dissertou sobre o tema “A sacralidade da vida nas práticas da saúde”. O fruto deste evento é a criação de uma Associação dos Profissionais da Saúde Católicos no ano de 2020.
Como nos anos anteriores, mensalmente, às quintas-feiras pela manhã, acontece a reunião da Coordenação da Pastoral, com representantes das seis regiões episcopais e de padres assistentes eclesiásticos das regiões e capelães hospitalares. Também mensalmente é feita a reunião sobre as políticas públicas de saúde e com os grupos de trabalho segundo as necessidades que surgiram.
 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.