NACIONAL

Nomeação Episcopal

Papa nomeia Dom Sergio de Deus Bispo de Foz do Iguaçu

Por Fernando Geronazzo
17 de julho de 2019

Em mensagem enviada para a Diocese de Foz do Iguaçu, Dom Sergio manifestou que recebeu com reverência a nomeação do Papa Francisco, consciente de que “é o Senhor quem chama para a missão de pastor e guia dessa Igreja Particular”

O Papa Francisco nomeou nesta quarta-feira, 17, como Bispo da Diocese de Foz do Iguaçu (PR) Dom Sergio de Deus Borges, transferindo-o da Arquidiocese de São Paulo, onde, desde 2012, era Bispo Auxiliar e Vigário Episcopal para a Região Santana.

A Diocese de Foz do Iguaçu estava vacante desde 29 de setembro de 2018, após a morte do então Bispo diocesano, Dom Dirceu Vegini. A posse de Dom Sergio em sua nova Diocese será em 7 de setembro, às 18h, na Catedral Nossa Senhora de Guadalupe.

Em mensagem enviada para a Diocese de Foz do Iguaçu, Dom Sergio manifestou que recebeu com reverência a nomeação do Papa Francisco, consciente de que “é o Senhor quem chama para a missão de pastor e guia dessa Igreja Particular”.

“Respondi ao chamado com paz no coração, certo de que sou enviado a continuar a missão dos outros irmãos bispos que me precederam, servindo a essa Igreja, pastoreando o Povo de Deus que me é confiado, conduzindo clérigos e leigos ao encontro com Jesus e ensinando-os a viver tudo o que Ele nos tem mandado”, continuou Dom Sergio.

Em mensagem enviada a Dom Sergio, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, saudou-o pela nova missão com gratidão pelo trabalho desempenhado na Arquidiocese de São Paulo como Bispo Auxiliar. “Faço votos que a experiência episcopal adquirida em São Paulo lhe seja agora de proveito ao assumir as responsabilidades do pastoreio na Diocese de Foz do Iguaçu”, afirmou.

 

LEIA TAMBÉM

Mensagem de Dom Sergio

Mensagem do Cardeal Scherer

UMA DIOCESE NA TRÍPLICE FRONTEIRA

A Diocese de Foz do Iguaçu foi criada pelo decreto de São Paulo VI no dia 5 de maio de 1978, com a bula “De Christiani Populi”, sendo desmembrada da Diocese de Toledo (PR) e instalada em 26 de agosto de 1978. Seu primeiro bispo foi Dom Olívio Aurélio Fazza, sendo que Dom Sergio será o 4º Bispo diocesano.

Atualmente, a Igreja particular de Foz do Iguaçu conta com 27 paróquias, distribuídas nos 14 municípios de abrangência geográfica, organizadas em três áreas pastorais, e se mantém com o trabalho ministerial de cerca de 51 sacerdotes (30 diocesanos e 21 religiosos) e quatro diáconos permanentes.

Segundo estimativa do IBGE (2018), a Diocese tem cerca de 455 mil  habitantes e está localizada na região da tríplice fronteira entre Brasil, Paraguai e Argentina, além de contar com as Cataratas do Iguaçu, um dos cartões-postais brasileiros.

Em mensagem enviada a Dom Sergio, o Administrador Diocesano de Foz do Iguaçu, Padre Dionísio Hülse, manifestou a alegria do povo da Diocese pela nomeação do novo Bispo. “Nos últimos dez meses, nossa Igreja Diocesana rezou incessantemente para que o Senhor nos concedesse um pastor segundo o Coração do Seu amado Filho – aquele que é o Supremo Pastor. E hoje, com grande júbilo, recebemos a notícia de sua nomeação feita pelo Santo Padre”, afirmou.

“Aqui, Dom Sergio encontrará um povo que tem por vocação acolher com alegria a todos, que tem grande anseio por Deus e muita disposição em trabalhar pelo Evangelho de Jesus Cristo. Estamos ansiosos com a sua chegada para percorrermos juntos, sob sua orientação, o itinerário missionário proposto pelo próprio Senhor da Messe”, continuou o Administrador.

BIOGRAFIA

Dom Sergio de Deus Borges nasceu em Alfredo Wagner (SC) no dia 4 de setembro de 1966. Realizou os estudos filosóficos com os Frades Capuchinhos em Ponta Grossa (PR) e os estudos teológicos no Instituto Teológico Paulo VI, em Londrina (PR). Foi ordenado sacerdote em 6 de fevereiro de 1993, no clero da Diocese de Cornélio Procópio (PR).

É licenciado em Pedagogia pela Universidade Luterana do Brasil e tem especialização em gestão do ambiente escolar pela mesma instituição. Fez mestrado em Direito Canônico na Pontifícia Universidade Lateranense, de Roma, e tem especialização em Direito do Matrimônio e da Família, pela Pontifícia Universidade Santa Cruz, de Roma.

EPISCOPADO

Em 27 de junho de 2012, foi nomeado pelo Papa Bento XVI como Bispo titular de Gergis e Auxiliar de São Paulo, recebendo a ordenação episcopal em 18 de agosto do mesmo ano. Sua posse no ofício de Bispo Auxiliar na Arquidiocese aconteceu em 2 de setembro, na Catedral da Sé. Seu lema episcopal é "Por este sinal, vencerás".

Na Arquidiocese de São Paulo, exerceu as funções de Vigário Episcopal para a Região Santana, Vigário-Geral, Moderador do Tribunal Eclesiástico de Primeira Instância. Também é Bispo referencial para a Pastoral Familiar, Pastoral do Dízimo e para a Vida Consagrada.

É ainda membro da Comissão para os Tribunais Eclesiásticos de Segunda Instância, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), e no Regional Sul 1 da entidade (Estado de São Paulo) é referencial para o Diaconato Permanente.

Desde 23 de maio de 2018, Dom Sergio também exerce o cargo de Administrador Apostólico da Eparquia de Nossa Senhora do Paraíso dos Greco-Melquitas, com sede em São Paulo.

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.