INTERNACIONAL

IGREJA PELO MUNDO

Papa Francisco abençoa 6 mil Terços para a Síria

Por MARCIO MARTINS
30 de agosto de 2019

Os Terços serão dados aos cristãos na Síria que tiveram familiares sequestrados ou assassinados na guerra civil que se estende desde 2011

O Papa Francisco abençoou 6 mil Terços destinados à Síria durante a oração do Angelus, na Praça de São Pedro, em 15 de agosto, na Solenidade da Assunção da Bem-aventurada Virgem Maria. Os Terços serão dados aos cristãos na Síria que tiveram familiares sequestrados ou assassinados na guerra civil que se estende desde 2011. A iniciativa do Santo Padre foi o gesto para apoiar e incentivar a campanha ecumênica “Consola meu povo”, promovida pela ACN em conjunto com igrejas católicas e ortodoxas na Síria. “Os Terços, feitos por iniciativa da ACN, são um sinal da minha proximidade aos nossos irmãos e irmãs na Síria. Continuamos a rezar o Rosário pela paz no Oriente Médio e em todo o mundo”, disse o Papa Francisco.


A campanha “Consola meu povo” irá distribuir os Terços abençoados pelo Papa entre diferentes comunidades cristãs na Síria, em 15 de setembro, na ocasião da festa de Nossa Senhora das Dores. O objetivo da campanha é homenagear as vítimas da recente guerra civil e oferecer apoio espiritual e conforto aos parentes das vítimas.


Thomas Heine-Geldern, presidente-executivo da ACN, e alguns diretores de escritórios europeus da entidade se encontraram com o Papa Francisco na Casa Santa Marta, no Vaticano, antes do Angelus, quando o Santo Padre elogiou o trabalho da ACN e desta iniciativa ecumênica: “Agradeço à ACN por tudo o que faz. Quando rezamos pelas pessoas na Síria, chegamos perto delas”, disse o Sumo Pontífice.


O Presidente da ACN disse que estava profundamente comovido com o gesto do Papa. “O Santo Padre manifestou em várias ocasiões o seu apoio e aprovação pelo nosso empenho na Síria e no Oriente Médio. Para as famílias das vítimas da guerra, esses Terços abençoados são um sinal de que o Papa e toda a Igreja estão com eles em oração. Esta é uma grande fonte de conforto”, disse.


Desde o início do conflito em 2011, o apoio aos cristãos na Síria tem sido uma prioridade da ACN, conforme mencionou o presidente Heine-Geldern. Graças à generosidade dos benfeitores, a entidade pôde apoiar um total de 850 projetos no País, permitindo que muitas famílias cristãs permanecessem em suas casas, em vez de emigrar. “O dinheiro é importante, mas não é suficiente. Assim como a ajuda material, as pessoas na Síria necessitam de apoio espiritual e moral, pois vivem numa situação desesperadora. Juntamente com os nossos benfeitores em todo o mundo, a ACN está empenhada em ajudá-las”, concluiu Heine-Geldern.


A campanha “Consola meu povo” acontecerá em várias cidades da Síria, no dia 15 de setembro. Haverá orações comemorativas e procissões, e os fiéis cristãos rezarão pelos mortos e pelo consolo e apoio de suas famílias. Os Terços, que foram feitos em Belém e Damasco e abençoados pelo Papa Francisco como um sinal especial de apoio espiritual, serão entregues àqueles que perderam familiares sequestrados ou mortos durante a guerra. E em 15 de setembro, o Papa Francisco voltará a associar-se à iniciativa, abençoando um ícone de Nossa Senhora das Dores, Consoladora dos sírios.

Tags: 
Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.