NACIONAL

FALECIMENTO

Padre Gregório Lutz morre aos 88 anos

Por Redação
06 de setembro de 2019

Sacerdote da Congregação Espiritana atuou como professor de liturgia em São Paulo, a pedido do então Arcebispo, Dom Paulo Evaristo Arns

Reprodução da Internet

Padre Gregório Lutz, de 88 anos, faleceu na quinta-feira, dia 5, na Alemanha, onde estava desde julho, em decorrência de um câncer.

Nascido em Siegen, na Alemanha, em 1931, o sacerdote da Congregação Epiritana chegou ao Brasil em 1970. Em São Paulo, atuou como professor de liturgia a convite do então Arcebispo, Dom Paulo Evaristo Arns.

De 1979 a 1985, foi assessor da Comissão para a Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e entre 2015 e 2016 foi perito na Comissão Episcopal de Textos Litúrgicos (Cetel).

Foi responsável pela tradução do missal romano e membro fundador do Centro de Liturgia Dom Clemente Isnard, associação vinculada à Igreja Católica, constituída por um grupo de liturgistas que se dedica ao estudo, à formação, à pesquisa e à produção científica na área da liturgia.

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano, enviou ao Padre Leonardo da Silva Costa, CSSp, Superior Provincial dos Espiritanos no Brasil, uma mensagem de condolência:

“Tomei conhecimento do falecimento do Padre Gregório Lutz e quero apresentar ao senhor e a toda a comunidade de sua Congregação os meus sentimentos de pesar e solidariedade e minha oração. Padre Gregório marcou uma época na renovação litúrgica e, pela sua competência na matéria, ajudou a Igreja no Brasil a aprofundar o amor à Liturgia e a compreensão do seu valor para a vida e a missão da Igreja. Que Deus acolha o Padre Gregório na vida eterna e lhe conceda, agora, participar da Liturgia celeste, onde os ritos, símbolos e sinais não são mais necessários, pois, o louvor de Deus é celebrado face a face com a Santíssima Trindade”.

 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.