NACIONAL

BEATO

Padre Donizetti Tavares será beatificado após milagre reconhecido pelo Papa Francisco

Por Flavio Rogério Lopes
09 de abril de 2019

A cerimônia de Beatificação está prevista para acontecer no 2º semestre deste ano, no Santuário Nossa Senhora Aparecida de Tambaú

Diocese de São João da Boa Vista

Becciu, no último sábado, 6, o Papa Francisco reconheceu o milagre por intercessão do venerável servo de Deus Padre Donizetti Tavares de Lima que será beatificado. A causa da beatificação do religioso brasileiro foi iniciada em 21 de fevereiro de 1992. Desde 28 de outubro de 2010, o processo tramitava na Congregação das Causas dos Santos do Vaticano.

A serviço dos pobres

O sacerdote diocesano nasceu em 3 de janeiro de 1882, em Cássia (MG), e faleceu em 16 de junho de 1961, em Tambaú-SP. Padre Donizetti espalhou por Tambaú diversas obras sociais, dentre as quais a fundação do asilo São Vicente de Paulo e da Associação de Proteção à Maternidade e Infância de Tambaú. Criou também a Congregação Mariana, a Irmandade das Filhas de Maria e o Círculo Operário Tambauense.

Exerceu seu sacerdócio como Jesus, a serviço dos pobres, dos marginalizados e doentes. Viveu de maneira simples e humilde, sempre à disposição do povo. Ainda hoje em Tambaú as suas obras sociais continuam sendo testemunhas de seu zelo social. Tinha grande devoção a Nossa Senhora Aparecida. Em sua época, contam-se vários sinais milagrosos da multidão que ia a Tambaú para receber a bênção do Padre Donizetti.

Anúncio do decreto

Na segunda-feira, 9, o Santuário Nossa Senhora Aparecida de Tambaú ficou repleto de devotos, que acompanharam ao anúncio oficial do decreto de beatificação realizado por Dom Antônio Emídio Vilar, Bispo da Diocese de São João da Boa Vista, juntamente com o Reitor do Santuário e vice-postulador da causa Padre Anderson Godoi e diversos padres.

O decreto foi promulgado após o reconhecimento do milagre em favor do menino Bruno Henrique de Oliveira, atribuído à intercessão do Venerável Padre Donizetti Tavares de Lima, curado milagrosamente de uma deformidade congênita de nascença nos membros inferiores, conhecida como pé torto congênito bilateral.

O caso passou pelo crivo da Consulta Médica (que aprovou por unanimidade de votos a cura, que, por sua vez, atendeu aos requisitos legais da praxe canônica, eis que ocorreu de forma instantânea, completa, duradoura e inexplicável à luz da medicina), do Congresso especial de teólogos e, por fim, da Congregação dos Padres Cardeais e Bispos que reconheceram a intercessão atribuída ao Venerável Padre Donizetti Tavares de Lima.

O miraculato Bruno Henrique Arruda de Oliveira e sua família, acompanharam muito emocionados toda a cerimônia do anúncio. A cerimônia de Beatificação está prevista para acontecer no 2º semestre deste ano, no Santuário Nossa Senhora Aparecida de Tambaú.

(Com informações do Vatican News e Diocese de São João da Boa Vista)

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.