SÃO PAULO

Região Brasilândia

Ordenações diaconais marcam os festejos dos 50 anos de paróquia

Por Jorge Vicente Barros e Vitor Galvani
02 de mai de 2019

Cardeal Scherer preside o rito de ordenação diaconal dos Cônegos Daniel, Juscelino e Rafael

Arquivo paroquial

A Paróquia São Luís Maria Grignion de Montfort, no Jardim Rincão, Região Brasilândia, esteve em festa no último fim de semana, ao celebrar os 50 anos de sua fundação.

O ponto alto das comemorações aconteceu na tarde do domingo, 28 de abril, com a missa solene na Escola Municipal de Ensino Fundamental Padre Leonel França, nas proximidades da igreja-matriz, presidida pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer, durante a qual, pela imposição das mãos do Arcebispo Metropolitano, foram ordenados diáconos os Cônegos Daniel Nogueira de Assis, Juscelino Ricardo de Santana e Rafael Scomovitz dos Santos, da Ordem dos Cônegos Regulares Lateranenses, CRL.

O rito de ordenação diaconal teve início após a proclamação do Evangelho, com a apresentação dos candidatos ao diaconato, e continuou após a homilia O rito de ordenação diaconal teve início após a proclamação do Evangelho, com a apresentação dos candidatos ao diaconato, e continuou após a homilia com o propósito dos eleitos, ladainha, imposição das mãos e prece de ordenação diaconal.

Na homilia, o Arcebispo disse que Cristo ressuscitado envia os apóstolos em missão para que realizem maravilhas em Seu nome, chamando o povo à conversão, e que esse testemunho dos primeiros cristãos atraiu outras pessoas à fé. “O nosso testemunho também pode realizar a mesma coisa, se nós estamos unidos na profissão da fé, em torno de Jesus Cristo, no testemunho da vida conforme o Evangelho”, afirmou.

Também no contexto das comemorações dos 50 anos, Dom Devair Araújo da Fonseca, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Brasilândia, presidiu missa na igreja-matriz no sábado, 27 de abril, durante a qual houve o envio dos novos Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão.

Dom Devair, na homilia, exortou os fiéis a serem testemunhas de Jesus e a terem compromisso com a ação evangelizadora, vivendo a santidade, a exemplo de São Luís Maria Grignion de Montfort, para transformar a vida das pessoas a partir do testemunho da fé.

Ao longo da festa, foram montados stands pelas pastorais em uma feira cultural para recordar a história do padroeiro.

 

LEIA TAMBÉM: Pastoral Afro vai em romaria ao Santuário de Nhá Chica

 

 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.