NACIONAL

Pelo Brasil

Operação Acolhida a venezuelanos segue até 2020

Por Daniel Gomes e Jenniffer Silva
29 de janeiro de 2019

A decisão impossibilita o fechamento da fronteira com a Venezuela

Reprodução da Internet

Foi anunciado pelo Ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e pelo Governador de Roraima, Antonio Denarium (PSL), no dia 17, em Boa Vista (RR), que a Operação Acolhida - que promove a interiorização de imigrantes e refugiados venezuelanos - será prorrogada até março de 2020.

A decisão impossibilita o fechamento da fronteira com a Venezuela.

Na sexta-feira, 18, Denarium, Azevedo e Silva, e os ministros da Saúde, Luiz Henrique Mandetta; da Educação, Ricardo Vélez; da Cidadania, Osmar Terra; e o titular da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário, estiveram na fronteira do Brasil com a Venezuela e analisaram as instalações utilizadas pelo programa no município de Pacaraima, que é considerado a principal porta de entrada dos refugiados.

O Ministro da Defesa descartou qualquer possibilidade de interrupção da operação que antes estava prevista para 31 de março. O projeto foi lançado pelo Governo Federal em março de 2018, com a proposta de combater a crise humanitária provocada pela intensa migração venezuelana.

Fonte: Agência Brasil
 
 

LEIA TAMBÉM: Arquidiocese da Paraíba emite nota sobre reportagem de televisão

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.