SÃO PAULO

TBT

O SÃO PAULO recorda o dia que o relógio do Mosteiro de São Bento parou

Por Flavio Rogério Lopes
27 de fevereiro de 2020

O raríssimo acontecimento ocorreu às 5:04 da manhã de 12 de Março de 1962

Edição 320 do O SÃO PAULO - 18 de março de 1962

Nesta quinta-feira, 27, a série “#TBT O SÃO PAULO” recorda a edição 320 do semanário da Arquidiocese de São Paulo, publicada em 18 de março de 1962, que noticiou uma fato rasíssimo para cidade de São Paulo. O relógio do Mosteiro de São Bento, considerado na época o mais preciso da cidade de São Paulo e um dos mais precisos do mundo parou.

Esse fato segundo relatos só havia ocorrido uma única vez desde a inauguração do novo templo consagrado em 1922, quando também foi instalado o relógio de fabricação alemã que conta com um carrilhão com seis sinos afinados que tocam nas horas cheias e frações de horas.

O Mosteiro foi fundado em 14 de julho de 1598, com a chegada dos beneditinos na cidade.  Em 1910, teve o início a construção de um novo projeto arquitetônico, que foi concluído em 1914, e abrange a Basílica de Nossa Senhora da Assunção, o Mosteiro e o Colégio de São Bento.

TRECHO DA EDIÇÃO

“Depois de trabalhar com precisão notável durante mais de quarenta anos, o relógio do Mosteiro de São Bento parou, às 5:04 da manhã de 12 de Março de 1962. A notícia correu rapidamente, pois é muito raro a um transeunte passar pelo Largo de São Bento sem levantar os olhos para o famoso relógio, que tem a hora certa. A parada dos ponteiros foi mesmo um acontecimento digno de nota em São Paulo. Pelo que se sabe, somente uma vez houve qualquer desarranjo nesse relógio que, segundo estamos informados, é um dos mais perfeitos em todo mundo.

O responsável pelo bom andamento de seu maquinismo é o senhor Julio Muller, que, procurado pela imprensa, disse que não deve ter durar a primeira parada do relógio senão algumas horas, enquanto o atual desarranjo levaria alguns dias para ser reparado. O povo paulistano espera que o relógio recomece a funcionar o mais breve possível pois o som de seu carrilhão é uma das características mais simpáticas da vida desta de cidade do trabalho.”

 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.