INTERNACIONAL

Abas primárias

França

O retorno da batina

Por Filipe David
01 de outubro de 2018

Aumentaram as vendas de batina: a empresa Arte-Houssard, que fabrica a vestimenta, registrou um aumento de 145% entre 1999 e 2016

Reprodução da Internet

O número de sacerdotes diocesanos que decidiram utilizar a batina é cada vez maior. Um bom índice da tendência é o aumento das vendas de batina: a empresa Arte-Houssard, que fabrica a vestimenta, registrou um aumento de 145% entre 1999 e 2016. “Sempre tivemos clientes, principalmente os tradicionais, aos quais se acrescenta agora a nova geração de sacerdotes que querem ter sua batina”, contou Stéphanie, responsável por uma loja em Paris. 

Uma outra razão oferecida pelos sacerdotes é a visibilidade e disponibilidade que o uso da batina implica: “A clergyman só tem significado aos católicos praticantes. Além disso, a batina é mais visível. Mesmo se eu estiver com um cachecol, ainda dá para vê-la. Eu sou duas vezes mais abordado quando estou vestindo batina”, explicou o Padre Marc-Olivier de Vaugiraud, 38. O Padre David Lamballe conta que várias pessoas o param nas ruas e no metrô pedindo para que ele as confesse: “Para as pessoas, a batina significa que eu estou ‘a serviço’, à sua disposição”, explicou o Sacerdote.

Fonte: Famille Chrétienne
 

LEIA TAMBÉM: Três estados em emergência devido a depressão tropical

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.