NACIONAL

Festa da Apresentação do Senhor

‘O que temos de mais precioso para oferecer é Jesus’

Por Nayá Fernandes
11 de fevereiro de 2019

O Dia Mundial da Vida Consagrada foi instituído em 1997, por São João Paulo II

A Celebração Eucarística na Festa da Apresentação do Senhor e no 23º Dia Mundial da Vida Religiosa Consagrada reuniu religiosos e religiosas de São Paulo na Capela dedicada à Madre Cabrini, do Colégio Madre Cabrini, localizado na Vila Mariana. A missa, no sábado, 2, foi presidida por Dom Sergio de Deus Borges, Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Paulo na Região Episcopal Santana e referencial da Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica.

O Dia Mundial da Vida Consagrada foi instituído em 1997, por São João Paulo II. “A celebração do Dia da Vida Consagrada pretende ajudar a Igreja inteira a valorizar sempre mais o testemunho das pessoas que escolheram seguir a Cristo mais de perto, mediante a prática dos conselhos evangélicos e, ao mesmo tempo, quer ser para as pessoas consagradas uma ocasião propícia para renovar os propósitos e reavivar os sentimentos que devem inspirar a sua doação ao Senhor”, escreveu o Papa à época.

 

JESUS, O CONSAGRADO DO PAI

Em sua homilia, Dom Sergio recordou que a Festa da Apresentação do Senhor, celebrada a cada 2 de fevereiro pela Igreja, é um momento particular na vida da Sagrada Família, que se esforçava para cumprir tudo o que determinava a Lei.

“O texto de Malaquias sugere uma bonita profecia, que provavelmente estava na mente do povo da época, que tem, em Jesus, a graça de vê-la cumprida. Ele, Jesus, se submete à Lei, como todos os outros. Estamos diante de um mistério, em que a Igreja celebra o consagrado do pai, Jesus, aquele que ilumina toda a história da humanidade. Jesus, ainda menino, é visto pelos olhos de Simeão e Ana”, recordou Dom Sergio.

O Bispo disse ainda que “o entusiasmo de Simeão foi tão forte, que, a partir de então, para ele tanto fez viver ou morrer. Ana, uma mulher sábia, soube, igualmente, interpretar aquele momento, pois esperava ansiosamente o Messias. Ela tem como recompensa da sua espera encontrar-se com o menino Jesus”rer. Ana, uma mulher sábia, soube, igualmente, interpretar aquele momento, pois esperava ansiosamente o Messias. Ela tem como recompensa da sua espera encontrar-se com o menino Jesus”

 

COLOCAR-SE DIANTE DO SENHOR

“Nós somos contemporâneos dos magos, de Simeão e Ana, dos pastores. Por isso, queridos consagrados e consagradas, que cada um possa se colocar aos pés de Maria e, assim como Simeão, pedir a Maria para segurar Jesus nos braços. Que cada um possa voltar ao centro da sua consagração. Mostrar as obras é algo muito bonito, o mais importante, porém, é colocar-se diante do Senhor”, continuou Dom Sergio.

O Bispo falou também sobre o valor da oração. “Precisamos de prolongados tempos de oração e renúncia de nós mesmos para viver a expectativa da vinda do Senhor. Precisamos viver na expectativa de que o Senhor nos responde e acompanha cada um de nós. O que temos de mais precioso para oferecer aos jovens não são as constituições, é Jesus!”.

 

GRATIDÃO

Padre Rubens Pedro Cabral, OMI, coordenador da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) São Paulo, agradeceu a todos, sobretudo aos religiosos pela incansável dedicação para a construção do Reino de Deus. “Religiosos e religiosas celebram o desafio de construir a paz. Nas escolas, nas paróquias, nas atividades específicas em ambulatórios e hospitais. Quanto bem vocês fazem para a melhoria da vida de crianças, jovens, idosos, pessoas que estão em dificuldades. Que não percamos nosso entusiasmo, para corresponder aos desígnios de Deus”, disse.

O Coordenador informou sobre a reunião ampliada da Conferência que acontecerá no dia 22 de fevereiro, na sede da CRB. “O tema tratado será o Direito Canônico e a Vida Religiosa, e estão convidados provinciais das Congregações Religiosas ou seus representantes”, explicou Padre Rubens.

 

LEIA TAMBÉM: Irmãs Paulinas avaliam caminhada e projetam novos rumos da missão

 

 

 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.