SÃO PAULO

Novena de Natal

Novena de Natal: momento de encontro, oração e partilha

Por Nayá Fernandes
06 de dezembro de 2018

Grupos se reúnem nas casas ou nos apartamentos para rezar e se preparar para a vinda do senhor
 

Reprodução

Seja nas cidades do interior, seja em plena Capital Paulista, rezar a novena em família, com os vizinhos, grupos ou amigos é uma tradição e agrega muitas pessoas em torno do mesmo objetivo: preparar-se para o Natal. 

Com o tema “Alegrai-vos! Caminhemos a Belém!”, a Arquidiocese de São Paulo propõe a Novena de Natal 2018. O objetivo é ajudar os fiéis a se preparar para a vinda do Senhor. No contexto do caminho sinodal, a novena é fruto do trabalho do Secretariado de Pastoral e está composta por nove encontros, além da oração para a noite de Natal, pelo sínodo arquidiocesano e um suplemento de cantos.

 

NATIVIDADE

Há mais de 15 anos, um grupo de vizinhos se reúne para rezar. “Antes de começar a novena, vou às casas das pessoas e pergunto se a família deseja participar e receber a novena em sua casa. Quando completamos as nove casas, iniciamos a novena, e o convite é feito pelo WhatsApp e na comunidade”, explicou Luzia Peruchi Fantin, 65, Ministra Extraordinária da Sagrada Comunhão e membro da Comunidade São Judas Tadeu, que pertence à Paróquia Natividade do Senhor, na Região Episcopal Santana. 

Com uma vela acesa, uma Bíblia aberta e os livrinhos da novena nas mãos, o grupo inicia a oração, que começa sempre com o sinal da cruz e um canto. Em cada encontro, são recolhidos alimentos não perecíveis que depois são levados para a comunidade. 

“No Natal, as pessoas sorriem mais, há um maior envolvimento e participação de todos”, afirmaram Adriana Josefa e Francisca Dantas, que fazem parte do grupo. Para Aparecida Marinho, por sua vez, “é um tempo de renovação e escuta da Palavra”. 

Miguel Fagner Alexandre Alves, 33, é catequista de Crisma na mesma Paróquia. Há oito anos, ele organiza a novena com os crismandos. “Rezamos a novena nas casas dos crismandos e isso ajuda muito a envolver amigos e familiares”, explicou Miguel. 

Ele salientou que a novena é um momento forte de entrosamento dos jovens e que, além disso, é uma ocasião para “o nascimento espiritual e a renovação da vida espiritual”. Miguel disse ainda que, para muitos, é a primeira vez que participam de uma novena e que é momento propício para falar sobre o Advento e a espera da vinda de Cristo, vivida por toda a Igreja.

Também com os crismandos, Sandra Regina de Aguiar, 54, catequista e secretária da Paróquia Natividade do Senhor, reza a novena há mais de dez anos.

“O que mais me encanta é conhecer as casas, as famílias de cada um deles, que nem sempre participam da comunidade. É uma grande oportunidade de aproximação”, afirmou Sandra, que acompanha jovens de 15 a 18 anos. 

O ‘boca a boca’ é o método utilizado por Wagner Pereira e seu grupo de novena para convidar as pessoas a participar. “O grupo começou em 2011 e utilizamos sempre os livrinhos fornecidos pela Arquidiocese de São Paulo. A cada encontro, além dos mistérios sobre a encarnação de Jesus, procuramos refletir sobre temas atuais, por exemplo, quando o encontro lembra a Estrela de Davi, perguntamo-nos quais pessoas ou caminhos nos levam até Jesus hoje”, disse Wagner.

 

EM SAÍDA

José Antônio Marques e Terezinha Castilho Marques participam da Paróquia Nossa Senhora da Consolação, na região central da Capital Paulista. Eles são membros da Pastoral Familiar e organizam, uma vez por mês, a missa no Condomínio Edifício Viadutos Comunidade São José. “O objetivo é convidar as pessoas a participar da celebração no Condomínio e ir, aos domingos, até a Paróquia”, explicou Terezinha à reportagem do O SÃO PAULO.

Num contexto urbano de altos prédios, em que nem sempre é possível bater de porta em porta para convidar as pessoas para a novena, o casal é responsável por visitar as casas daquelas que pedem orações. “Muitas famílias nos pedem para rezarmos a novena em seus apartamentos e ali, além dos familiares, se reúnem amigos e vizinhos”, explicou Terezinha. 

Durante as celebrações e na secretaria da Paróquia, as famílias ou pessoas que quiserem formar um grupo de novena podem deixar seus nomes e contatos para que Terezinha possa retornar-lhes “No Natal, as pessoas ficam mais sensíveis umas com as outras e também espiritualmente”, disse.

 

ORAÇÃO PARA NOITE DE NATAL

Antífona da Entrada: 

“Um menino nasceu para nós: um filho nos foi dado! O poder repousa nos seus ombros. Ele será chamado ‘Mensageiro do Conselho de Deus’” (Is 9,6). 

Oração: 

Ó Deus, que admiravelmente criastes o ser humano, e mais admiravelmente restabelecestes a sua dignidade, dai-nos participar da divindade do vosso Filho, que se dignou assumir a nossa humanidade. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém!

Informe-se na sua paróquia sobre como obter o subsídio da Novena de Natal ou pelo telefone (11) 3660-3700.

 

LEIA TAMBÉM: Padre Marcelo Monge é investido cônego na Arquidiocese de São Paulo

 

 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.