INTERNACIONAL

Alemanha

Mais de 200 mil católicos abandonam a Igreja na Alemanha em 2018

Por Fonte: Vatican News
26 de julho de 2019

A Igreja Católica perdeu pouco mais de 216 mil membros na Alemanha 

Nesta sexta-feira, 19, a Conferência Episcopal Alemã publicou os dados sobre a variação do número de cristãos do País. Em 2018, a Igreja Católica perdeu pouco mais de 216 mil membros na Alemanha (aproximadamente 168 mil em 2017), enquanto nas denominações protestantes a perda foi de cerca de 220 mil membros.
Atualmente, 23 milhões de alemães se declaram católicos, de um total de 83 milhões de habitantes. Considerando os aproximadamente 21 milhões de protestantes, do total da população da Alemanha, 53% são cristãos.
Quanto aos sacramentos, houve um ligeiro aumento no número de matrimônios em relação ao ano de 2017, mas queda no número de batismos e de primeiras comunhões.
Ademais, passaram a fazer parte da Igreja Católica 2.442 pessoas em 2018 (em 2017, 2.647), e retornaram a ela após um período de abandono 6.303 (em 2017, 6.685).
A exatidão das estatísticas deriva do fato de que parte dos impostos são revertidos de acordo com as respectivas indicações fiscais. Assim, aproximadamente 9% da renda tributável dos cristãos é revertida para as Igrejas.
De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Freiburg, essa tendência de declínio tende a persistir, e a previsão é de que o número de pessoas pertencentes à Igreja Católica ou ao luteranismo (principal denominação protestante na Alemanha) se reduza pela metade até 2060. Os principais motivos para tal queda seriam os adultos que abandonam a fé, o menor número de batismos e o envelhecimento da população.
 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.