SÃO PAULO

Setor Juventude

Jovens: o agora de Deus

Por Raíssa Biazi
28 de março de 2019

Setor Juventude da Arquidiocese de São Paulo reúne jovens para palestra com o Monsenhor Antonio Luiz Catelan Ferreira, no sábado, dia 23

Diego Brigatto

O Setor Juventude da Arquidiocese de São Paulo (Sejusp) promoveu no sábado, 23, uma formação para líderes jovens de pastorais, grupos, movimentos e novas comunidades.

O encontro ocorreu na Faculdade Paulus de Tecnologia e Comunicação (Fapcom), com palestra do Monsenhor Antonio Luiz Catelan Ferreira, professor na PUC-RJ. Ele foi recepcionado por Dom Carlos Lema Garcia, Bispo Auxiliar da Arquidiocese, Vigário Episcopal para a Educação e a Universidade e Referencial do Setor Juventude.

 

PERSPECTIVA JUVENIL

Inicialmente, o Monsenhor fez uma breve apresentação do projeto IDE – uma iniciativa de evangelização permanente da CNBB que a Pastoral Juvenil realizará até 2020, trabalhando os eixos de “Missão”, “Formação” e “Estruturas de Acompanhamento”

Na sequência, o Monsenhor tratou do tema principal do encontro, o aprofundamento da eclesiologia do Papa Francisco na perspectiva juvenil, refletindo sobre a Exortação Apostólica Evangelii Gaudium.

A palestra enfatizou três capítulos: o 3º – “Alegria que se renova e comunica”; o 8º - “Aqui está a fonte da ação evangelizadora, porque, se alguém acolheu este amor que lhe devolve o sentido da vida, como é que pode conter o desejo de o comunicar aos outros?”; e o capítulo 14º, que aborda a XIII Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, sobre o tema “A nova evangelização para a transmissão da fé cristã”

 

NOVA EVANGELIZAÇÃO

O palestrante recordou que a nova evangelização interpela a todos, realizando-se fundamentalmente em três âmbitos: pastoral ordinária, que envolve os fiéis que frequentam regularmente a comunidade, destacando-se os fiéis que conservam uma fé católica intensa e sincera, exprimindo-a de diversos modos, embora não participem frequentemente no culto; o segundo âmbito é das pessoas batizadas que não vivem as exigências do Batismo, não sentem uma pertença cordial à Igreja nem experimentam a consolação da fé; e, por fim, o terceiro âmbito, que está essencialmente relacionado com o anúncio do Evangelho aos que não conhecem Jesus Cristo ou que sempre O recusaram.

Foi ainda ressaltado pelos participantes que, com foco e determinação, o jovem pode potencializar o poder de mudar sua realidade e a de sua comunidade. “Porque vocês, queridos jovens, não são o futuro, mas o agora de Deus”, como disse o Papa Francisco, na Jornada Mundial da Juventude do Panamá neste ano.

 

LEIA TAMBÉM: Retiro espiritual acontece na Eparquia Nossa Senhora do Paraíso dos Greco-Melquitas

 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.