INTERNACIONAL

Pelo Mundo

Irmãs dominicanas retornam à planície de Nínive

Por
20 de agosto de 2017

Voluntários e moradores locais pretendem reconstruir e reparar o máximo possível antes de setembro, início do ano escolar

Reprodução da Internet

Após três anos de exílio, as Irmãs Dominicanas de Santa Catarina de Siena retornam à planície de Nínive, que esteve sob ocupação do grupo Estado Islâmico e foi recentemente libertada pelo exército iraquiano. “Deus nos banhou de graças quando nossas cidades foram libertadas, uma após a outra. O Estado Islâmico foi derrotado e a planície de Nínive parece ter sido libertada”, disseram as Irmãs.

Embora o grupo terrorista tenha sido expulso, a intolerância ainda existe. Em diversos muros de locais cristãos, se encontram pichações que dizem “nós vamos quebrar suas cruzes” ou “vocês não têm que estar aqui”. Além disso, a destruição que foi deixada é enorme: 6 mil casas precisam de reparação ou de uma total reconstrução,  apenas na cidade de Qaraqosh. Poucas famílias ainda têm casas intactas.

Voluntários e moradores locais pretendem reconstruir e reparar o máximo possível antes de setembro, início do ano escolar. No entanto, segundo as irmãs, apenas a Igreja e um pequeno número de organizações não governamentais estão comprometidos com o processo de reconstrução.

Fonte: CNA

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.