SÃO PAULO

Região Ipiranga

Instituto de Cegos Padre Chico completa 90 anos

Por Cynthia Carvalho e Caroline Dupim
04 de janeiro de 2019

Estudantes, pais e professores estiveram em missa pelos 90 anos do Instituto de Cegos Padre Chico

Cynthia Carvalho

O Instituto de Cegos Padre Chico, que atua com pessoas com deficiência visual no bairro do Ipiranga há 90 anos e mantém o Colégio Vicentino Padre Chico, uma escola especializada inclusiva, referência em educação para cegos no Brasil, foi fundado em 7 de outubro de 1928. Desde a sua fundação, vive de doações de pessoas físicas e jurídicas e é dirigido pelas Irmãs da Companhia das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo. 

Para celebrar a data de fundação, Dom José Roberto Fortes Palau, Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Ipiranga, presidiu missa, na quinta-feira, 11, em ação de graças pelos 90 anos do Instituto. “Como é importante nos colocarmos no lugar dos outros, porque só assim construiremos uma sociedade mais justa e igualitária”, disse o Bispo, que ainda observou que toda instâncias da sociedade precisam se preocupar com a questão da acessibilidade.

A Irmã Carolina Mureb Santos, FC, presidente do Instituto, agradeceu a todos que integram ou integraram a equipe nos diversos setores: “É por vocês, alunos, que todo este trabalho é desenvolvido com tanto amor e dedicação. Acreditamos que farão a diferença nos espaços que frequentarem, atuando para que nossa sociedade seja mais justa para todos”. Na ocasião, a Irmã Therezinha de Jesus Sanches Gonçales, FC, que está há 54 anos no Instituto, foi homenageada com depoimentos de colaboradores, ex-alunos e alunos, ao som de Ave-Maria, em Latim, na voz da professora Mariana Moi Jongbloets. 

“O Instituto é a terceira escola para cegos no Brasil e modernizou-se para oferecer uma educação que valorize nossos alunos de forma integral desde a Educação Infantil até o 9º ano”, ressaltou a diretora do colégio, Ana Maria Pires Alvarez, que atua no IPC há 46 anos.

A missa teve a presença de toda a comunidade escolar, da Irmã Maria Cristina d’Abruzzo, Visitadora Provincial das Filhas da Caridade, das Filhas da Caridade que trabalham em outras instituições, de alunos, ex-alunos, familiares, amigos e benfeitores que colaboram para que a obra ofereça gratuitamente uma educação para pessoas com deficiência, construindo, assim, uma sociedade mais inclusiva.

 

LEIA TAMBÉM: Formação destaca a temática da Campanha da Fraternidade 2019

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.