INTERNACIONAL

Estados Unidos

Grupos ‘Antifa’ atacam residência de jornalista conservador

Por Filipe David
04 de dezembro de 2018

O grupo se reuniu diante da residência do jornalista para aterrorizar sua família e lembrá-lo de que ele “não está em segurança”

Um grupo de extremistas de esquerda atacou a casa e ameaçou a família de Tucker Carlson, um jornalista conservador da Fox News. Carlson, um cristão protestante, já denunciou diversas vezes em seu programa de TV a maldade do aborto. 

O grupo se reuniu diante da residência do jornalista para aterrorizar sua família e lembrá-lo de que ele “não está em segurança”, como eles mesmos afirmaram. O grupo vandalizou a residência com pichações, e um dos extremistas quebrou a porta de entrada ao tentar derrubá-la. Sua mulher estava sozinha em casa no momento; ela se trancou e chamou a Polícia.

Outras personalidades políticas de direita também têm sido alvos de protestos, como o senador republicano Ted Cruz e a secretária de segurança nacional Kirstjen Nielsen, embora menos violentos que o ataque à residência de Carlson.

“Eles não estavam protestando. Não estavam tentando mudar minha opinião ou defender uma posição; estavam ameaçando a minha família para que eu pare de falar”, afirmou o jornalista. 

Extremistas de esquerda como os responsáveis por esse ataque frequentemente se autodenominam grupos “antifa”, isto é, antifascistas, e estão espalhados por todo o mundo ocidental. Muitos analistas têm mostrado que, sob o pretexto de combater o “fascismo” de políticos ou formadores de opinião de quem discordam, esses grupos fazem frequentemente uso da violência verbal e, muitas vezes, física, buscando intimidar seus inimigos e silenciá-los, precisamente como faziam os fascistas que eles dizem combater.

Fonte: Life Site News 
 

LEIA TAMBÉM: Cristãos são torturados por ‘apostasia’

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.