NACIONAL

Acessibilidade

Encontro no Santuário motiva o protagonismo do surdo nas Igrejas

Por A12
13 de setembro de 2018

Mais de mil pessoas participaram desse encontro no Santuário

A12

Neste sábado, 8, o Santuário de Aparecida recebeu a Romaria Nacional da Pastoral dos Surdos. Mais de mil pessoas participaram desse encontro no Santuário, entre intérpretes, surdos, familiares e diversos sacerdotes que compõem a pastoral do surdo nas diversas regiões do Brasil.

A programação da Romaria teve início no auditório Noé Sotillo, no subsolo da Basílica, com um momento de formação, trazendo a temática do surdo como protagonista e atuante dentro da igreja católica.

“Esse encontro tem o objetivo de sensibilizar e motivar o protagonismo do surdo. É um momento para trabalhar a animação pastoral e fazer uma catequese”, explicou Carlene da Penha Santos, da Pastoral do Surdo de João Pessoa (PB) e vice coordenadora nacional dos intérpretes católicos.

Entre os diversos trabalhos da Pastoral do Surdo os coordenadores destacaram o incentivo da criação dessas Pastorais nas comunidades, a sensibilização do clero para a importância de ter um intérprete nas celebrações eucarísticas e o estímulo de ações junto aos Seminários de Formação Sacerdotal, para que ofereçam uma disciplina de libras.

O seminarista Rafael Ferreira da Rocha, da Diocese de Porto Nacional (TO) e coordenador nacional dos intérpretes, lembrou das comemorações pelo Dia do Surdo no próximo dia 26 de setembro enfatizando a visibilidade que essas pessoas precisam ter dentro das Igrejas, sobretudo nesse ano que reforça o trabalho do leigo, com o Ano do Laicato.

“É um momento de visibilidade para a Igreja, porque o surdo, diferente das outras deficiências, a comunidade não o percebe porque é uma condição invisível. Então o encontro aqui em Aparecida, a Missa são de grande importância para dar essa visibilidade e promover o protagonismo do surdo na Igreja, sobretudo nesse Ano do Laicato’, afirmou o coordenador.

 

Missa no Santuário

Ao 12h todos os participantes da Romaria Nacional do Surdo estiveram na Santa Missa, ao redor do Altar Central, presidida por Dom Celso Antônio Marchiori, referêncial nacional para a Pastoral do Surdo. Cerca de oito intérpretes participaram na celebração para promover a acessibilidade.

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.