NACIONAL

300 anos de Aparecida

Em testemunho de fé, arquidiocese festeja os 300 anos da Mãe Aparecida

Por Daniel Gomes
25 de outubro de 2017

 Durante missa campal Arquidiocesana em honra dos 300 anos da padroeira do Brasil, o Cardeal Scherer ceclarou que “a imagem de Nossa Senhora Aparecida está no meio do povo, é parte do povo de Deus”

Luciney Martins/O SÃO PAULO

A Arquidiocese de São Paulo celebrou solenemente os 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, com uma missa campal no Largo Santa Ifigênia, no centro da cidade, na manhã da quinta-feira, 12. 

Trazida em carreata desde a Ponte do Piqueri, na zona Noroeste, a imagem peregrina da Padroeira do Brasil foi acolhida com uma salva de palmas pelos fiéis. Desde setembro, a imagem foi levada em procissão pelas águas do rio Tietê a 11 cidades paulistas, no projeto Tietê Esperança Aparecida. 

“Em todo lugar que a imagem passou, houve essa manifestação de fé, de esperança e de alegria. Esse projeto tem como objetivo dizer que o rio Tietê não é esgoto, onde se joga tudo que não presta, mas sim um presente de Deus, que tem de ser cuidado pelo governo e por todos nós”, disse, ao O SÃO PAULO , o Padre Palmiro Carlos Paes, criador e organizador da iniciativa desde 2004. 

 

Nossa Senhora junto aos fiéis e à Igreja

“A imagem de Nossa Senhora Aparecida está no meio do povo, é parte do povo de Deus”, disse o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano, no começo da missa, quando também lembrou que os católicos não adoram imagens marianas ou de santos: “Nós as honramos, veneramos, mas não as adoramos, pois adoramos só a Deus”.

O Arcebispo, na homilia, lembrou que Maria intercede junto a Deus por toda a humanidade e pela Igreja, e convida ao seguimento a Cristo. “Ela nunca vai querer tomar o lugar de Deus ou de Jesus, pois sabe que é intercessora. É a Mãe mestra, catequista e evangelizadora, que sempre nos ajuda a acertar o passo. Por isso, recorrendo a Ela, somos levados a ser melhores cristãos, pessoas mais éticas e corretas, pessoas de fé, que realizam o bem na vida”, afirmou.

 

Profanação da fé e cuidado com as crianças

Ainda na homilia, Dom Odilo criticou, de modo enfático, os recentes episódios de profanações aos símbolos da fé católica, alguns como supostas manifestações de “arte”. 

“As imagens sagradas representam Maria, Nosso Senhor Jesus Cristo e os santos. Elas são uma forma de visibilizar aquilo que cremos e que temos afeto. Por isso, as profanações das imagens sagradas, dos objetos de devoção, da Eucaristia e do crucifixo, devem ser profundamente questionadas publicamente, também na Justiça, porque a nossa Constituição protege os objetos de culto, as devoções e as expressões religiosas. A profanação ofende profundamente a Deus e as pessoas que creem. Por isso, digo hoje, publicamente e claramente: não podemos aceitar!”, enfatizou.

Fazendo menção ao Dia das Crianças, o Cardeal lamentou “a exposição de crianças a situações inconvenientes e fora de propósito”, como nos recentes episódios de intervenções consideradas artísticas. Ele lembrou, ainda, que é dever do Estado e da sociedade garantir o bem estar das crianças, e fez um pedido aos pais: “Pelos seus filhos, em primeiro lugar, vocês respondem diante da sociedade e diante de Deus. Não terceirizem seus filhos! Não terceirizem a responsabilidade pela educação dos seus filhos!” 

 

Com Maria pelas ruas do centro 

Na parte final da celebração, foi lido o decreto de aprovação do Santuário Arquidiocesano de Nossa Senhora Aparecida (leia mais na página 12), e o Cardeal rezou para que a Padroeira do Brasil interceda pelas necessidades do povo brasileiro, pelo fim da corrupção no País e para que as decisões políticas sejam sempre tomadas em favor da população.

Após a missa, durante quase uma hora, aconteceu a procissão com a imagem da Padroeira pelo centro da cidade, concluída no Vale do Anhangabaú, onde Dom Odilo rezou com os fiéis a oração de Consagração a Nossa Senhora Aparecida e pediu a intercessão da Virgem Maria pelo bom êxito do sínodo arquidiocesano. 

300 anos da Mãe Aparecida - Arquidiocese

300 anos da Mãe Aparecida - Arquidiocese

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.