NACIONAL

MARIANA

Dois anos da maior tragédia sócio ambiental do País

Por Redação
08 de novembro de 2017

Bispos de Minas Gerais e Espírito Santo emitiram declaração

Thomas Bauer / CPT

O maior desastre sócio ambiental do País, completou no domingo, 5, dois anos. O rompimento da Barragem da mineradora Samarco, atingiu diversas comunidades de Mariana (MG) e afetou inúmeros municípios de Minas Gerais e Espírito Santo. Os Bispos das dioceses da Bacia do Rio Doce, em Minas Gerais e no Espírito Santo emitiram uma declaração conjunta, por ocasião da data.

“Esse crime socioambiental, cujos efeitos repercutem na vida e nas atividades da população desta região, incide fortemente na história da Bacia do Rio Doce. Lamentamos que, passados dois anos, pouco foi feito, sobretudo por parte dos responsáveis, diante do muito que há por fazer.”

CONFIRA A DECLARAÇÃO NA ÍNTEGRA

Os Bispos finalizaram a declaração fazendo um apelo: “Apoiem os atingidos pela tragédia do rompimento da barragem de Fundão para que tenham seus direitos respeitados, sua dignidade reconhecida, seus bens ressarcidos e seu protagonismo considerado na busca de soluções que atendam a seus legítimos interesses.”

(Com informações da CNBB)

LEIA TAMBÉM

Conselho Permanente da CNBB se manifesta sobre questões sociais atuais

NA RÁDIO 9 DE JULHO

Acompanhe os boletins jornalísticos diários, às 11h e às14h.

Ouça em AM 1.600 kHz – em toda a Grande São Paulo

Acesse em: www.radio9dejulho.com.br

CLIQUE AQUI, BAIXE O APLICATIVO E OUÇA EM SEU CELULAR

 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.