SÃO PAULO

Região Belém

Cáritas sistematiza projeto de interiorização de venezuelanos

Por Padre Marcelo Maróstica, Giane Falavigna e Raissa Biazi
28 de novembro de 2018

Apresentação do projeto Pana deve acolher 3,5 mil venezuelanos em todo o Brasil
 

Giane Falavigna

No dia 14, na reunião ordinária do clero atuante na Região Belém, a Cáritas Brasileira - Regional São Paulo apresentou o projeto Pana, que tem o objetivo de contribuir para a assistência humanitária e na integração local das pessoas solicitantes de refúgio e de migrantes venezuelanos vulneráveis no Brasil, particularmente mulheres, crianças, populações indígenas, pessoas com deficiência e idosos.

O projeto é de responsabilidade da Cáritas Brasileira e conta com a ajuda financeira da Cáritas da Suíça, com o apoio e a experiência da Caritas Arquidiocesana de São Paulo, que trabalha há 40 anos com o tema do refúgio. Sendo um projeto nacional, ocorrerá nos seguintes estados: Amazonas, Pernambuco, Paraná, Roraima, Santa Catarina e São Paulo, além do Distrito Federal, e deverá acolher 3,5 mil venezuelanos que vivem na situação de migração forçada.

Em São Paulo, a ação acontecerá no imóvel localizado no Jardim Guairacá, na zona Leste, pertencente ao Centro de Educação de Base Sítio Pinheirinho (Cebasp). O projeto acolherá nesse local 204 venezuelanos, e a metade desse grupo chegará no fim do mês de novembro ou, no máximo, na primeira semana de dezembro. 

Na apresentação do projeto ao clero, a equipe da Cáritas pediu o envolvimento de todos e lembrou que a iniciativa faz parte da campanha da Caritas Internacionalis - “Compartilhe essa viagem, de braços abertos”, que motiva a despertar uma cultura de encontro com os migrantes e refugiados.

Inicialmente, foi solicitada a ajuda das paróquias para a realização de mutirões de limpeza do local com 12 sobrados, que serão casas de acolhidas para o público a ser atendido. As Paróquias Santa Bernadette e Santa Rosa de Lima tomaram a iniciativa nesses mutirões. As paróquias da Região promoverão uma campanha de natal solidário para arrecadar alimentação e kits de higiene destinados aos venezuelanos.

Na língua indígena dos waraos (Venezuela), o nome do projeto, Pana, significa irmão, companheiro, aquele que come do mesmo pão. Os interessados em colaborar podem entrar em contato com a Cáritas Brasileira – Regional São Paulo, pelo telefone (11) 3392-5911.

 

LEIA TAMBÉM: Comissões planejam iniciativas para 2019

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.