SÃO PAULO

Pontifícia universidade

Cardeal Scherer preside missa pelos 73 anos da PUC-SP

Por Redação
23 de agosto de 2019

Celebração aconteceu na quinta-feira, 22 na Capela da PUC-SP, no campus Monte Alegre, com a participação da reitora, Maria Amalia Andery

ACI-PUC/SP

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo e Grão-Chanceler da PUC-SP, presidiu na quinta-feira, 22, a missa em comemoração aos 73 anos da pontifícia universidade, criada em agosto de 1946.

A reitora Maria Amalia Andery, além de outros integrantes da comunidade universitária e da Igreja Católica, também participou da celebração eucarística, realizada na Capela da PUC-SP, no campus Monte Alegre, na zona Oeste de São Paulo.

'Que a PUC-SP tenha longa vida e dê bons frutos'

Dom Odilo desejou a todos “os melhores votos de vitalidade, dinamismo na produção e na vida acadêmica de São Paulo e do País, produção cultural, maturidade e, também, de oferta de esperança para a juventude”.

O Grão-Chanceler disse, ainda, que, aqueles que se formam na PUC-SP depois são enviados, por meio das suas múltiplas profissões, a exercer seu trabalho, suas competências nas várias frentes na vida em sociedade.

“Que possam exercer com esperança de construir um Brasil melhor, um mundo melhor. Sobretudo com o olhar voltado às camadas sociais mais necessitadas, mais carentes, para quem os bens da cultura, da ciência, da tecnologia e do conhecimento devem chegar e beneficiar da mesma forma. Que a PUC-SP, portanto, tenha um bom aniversário, longa vida, e dê muitos frutos”, completou Dom Odilo.

‘Um presente da Igreja Católica para a cidade e para o País’

A reitora também ressaltou o compromisso da Igreja e da PUC-SP com a sociedade. “A Universidade é um presente da Igreja Católica para a cidade e para o País. É um presente porque é um compromisso da Igreja com o conhecimento, com a formação dos nossos jovens, com a formações dos nossos cidadãos. Quero agradecer a Dom Odilo e à Igreja que mantém há 73 anos esse compromisso com a formação de pessoas. Quero agradecer também à comunidade universitária. Tivemos momentos de enorme dificuldade, mas a PUC-SP se manteve firme”, manifestou a Reitora.

“Hoje é um dia alegre por tudo o que se pôde fazer, se pôde construir, e a Instituição tem muito do que se orgulhar, tem muito a comemorar porque é uma Instituição respeitada, comprometida e que formou gerações das melhores pessoas desse País. Formou pelo compromisso dos nossos docentes, funcionários e dos nossos estudantes. Esses jovens gastam anos do seu melhor tempo, que é a juventude, aprendendo, ouvindo a todos nós. Com certeza eles saem melhores, mais bem preparados”, afirmou a professora Amalia.

Por fim, a reitora expressou o desejo de que a PUC-SP “possa completar muitos mais aniversários no mesmo caminho que ela vai seguindo. O caminho de acreditar que o mundo pode ser melhor, que os momentos mais difíceis, como esse que passa o Brasil, essa Universidade sempre contribuiu, sempre participou, sempre se apresentou como uma Instituição que quer fazer o bem, produzir conhecimento e formar boas pessoas para ajudar o País e construir uma sociedade solidária, igualitária e de paz. E esse compromisso nós queremos assumir nesse aniversário”.

(Com informações da ACI da PUC-SP)

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.