INTERNACIONAL

Visita Missionária Pastoral

Cardeal Odilo Pedro Scherer despede-se de Pemba

Por Redação
19 de agosto de 2019

Nos próximos dias 19 e 20, o Arcebispo de São Paulo estará com os missionários da Aliança de Misericórdia, em Maputo, em Moçambique

Padre Michelino Roberto/ O SÃO PAULO

O Cardeal Odilo Pedro Scherer concluiu a sua visita pastoral à Diocese de Pemba, em Moçambique, com uma Santa Missa celebrada na Catedral daquela diocese, no domingo, 18, na Solenidade da Assunção da Virgem Maria.

No início da celebração, Dom Luís Fernando Lisboa, missionário em Pemba há 17 anos e bispo da diocese há seis, saudou o Arcebispo de São Paulo, agradecendo a sua presença e pelo apoio que a diocese recebe dos bispos do Estado de São Paulo com o envio de missionários.

A missa foi celebrada em Português, idioma oficial de Moçambique. Já os cantos da liturgia foram executados pelo coro de mulheres da Catedral, em idioma nativo Macua, e embalada por belas melodias e coreografias próprias do povo moçambicano.

‘Celebramos a mesma fé’

Em sua homilia, Dom Odilo explicou o significado da solenidade litúrgica celebrada.

“Que bonito é que nós, aqui na África, bem como os católicos na Europa, América, Ásia e Oceania, celebramos todos a mesma fé e neste dia, a assunção de Maria ao céu. Com essa festa, a Igreja nos anuncia a nossa própria salvação e a esperança certa da ressurreição. Segundo a tradição da Igreja ensina, pelos méritos de Cristo, Maria, ao ser gerada ,foi preservada do pecado. Em sua dormência, teve seu corpo preservado da corrupção da carne e foi elevada por Deus à glória do céu em corpo e alma”.

“A festa de hoje nos dá a firme esperança e certeza na ressurreição. Essa certeza é o que nos consola e anima diante de nosso caminhar na terra, por vezes, marcado por muitas dificuldades, sofrimentos e privações”.

Refletindo sobre o texto do Livro do Apocalipse de São João, Dom Odilo explicou que o dragão que aparece na leitura é uma representação do mal. Um dia ele será vencido. A mulher vestida de sol é Maria, mas é também a Igreja e seus filhos, os quais o dragão persegue e quer devorar. Esses filhos somos nós, membros da Igreja; são todos os cristãos perseguidos, de todos os tempos.

‘O bem supremo para nós é Deus’

“Deus um dia fará a justiça plena. Nós cristãos, em nosso peregrinar, devemos lutar por justiça, para a superação da pobreza, da fome, das doenças. Contudo, não esqueçamos que o bem supremo para nós é Deus, é vida eterna”.

Dom Odilo explicou que a Igreja é missionária e realiza missões, porque tem a convicção que Jesus Cristo e o Evangelho é um bem para todos e para todas as culturas e povos. “Deus quer que todos se salvem”, afirmou. “Por essa causa vivem os missionários. Por essa causa, muitos mártires entregaram as suas vidas na certeza de que Deus é a verdadeira Vida”, concluiu.

Ao final da missa, Dom Luís Fernando Lisboa apresentou à comunidade católica de Pemba os missionários provenientes do Estado de São Paulo e, mais uma vez, agradeceu todas a ajuda que a Diocese tem recebido.

Na tarde do domingo, Dom Odilo dirigiu-se para Maputo, capital de Moçambique, onde realizará visita à Missão desenvolvida pela Aliança de Misericórdia em um dos bairros mais carentes da cidade.

(Com informações do Padre Michelino Roberto)

 CLIQUE E VEJA FOTOS DO ÚLTIMO DIA DA MISSÃO EM PEMBA

 

 

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.