INTERNACIONAL

Nossa Senhora Aparecida

Brasileiros festejam Nossa Senhora Aparecida em Nova York

Por Fernando Geronazzo
24 de outubro de 2018

Cardeal Odilo Scherer presidiu missa pela padroeira do Brasil na Catedral São Patrício, no dia 6
 

Comunidade Brasileira e Nova York

Uma parte da comunidade brasileira residente nos Estados Unidos se reuniu no sábado, 6, na Catedral de São Patrício, em Nova York, nos Estados Unidos, para celebrar uma missa em honra a Nossa Senhora Aparecida. A missa foi presidida pelo Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, a convite do Cardeal Timothy Dolan, Arcebispo de Nova York. 

A celebração contou com a participação de 500 pessoas, dentre as quais o embaixador Enio Cordeiro, Cônsul-Geral do Brasil em Nova York; a Ministra Lúcia Maria Maierá, Cônsul-Geral Adjunta; Ricardo Lima, Presidente do Conselho da Comunidade Brasileira em Nova York, e o Padre José Carlos da Silva, Pároco da Paróquia Santa Rita, que reúne os brasileiros da cidade.  

Na homilia, Dom Odilo expressou sua alegria e gratidão aos sacerdotes que acompanham a comunidade brasileira em Nova York e em outras localidades dos Estados Unidos, e ressaltou que a celebração era ocasião de se unir a todas as comunidades do Brasil na novena preparatória da festa de sua padroeira. Ele também recordou as eleições que aconteceriam no dia seguinte, domingo, 7, na qual os brasileiros residentes no exterior também votaram para o cargo de Presidente da República. 

“Nossa Senhora Aparecida é para nós a padroeira, a mãe dos brasileiros, a quem recorremos nos momentos alegres e difíceis. A ela cantamos: ‘Ó, velai pelo povo Brasileiro, Senhora Aparecida’”, afirmou o Cardeal, motivando os fiéis a nunca deixarem de expressar a alegria da fé e as riquezas da cultura católica e brasileira:  “É uma riqueza muito grande que podemos compartilhar com outros povos e culturas”. 

 

MÚSICAS BRASILEIRAS

Os cânticos da missa foram entoados em Português pelo coro “Brazilian Schola Cantorum”, acompanhados pelo grande órgão de tubos da Catedral, tocado pelo músico brasileiro Delphim Rezende Porto. Para ele, a missa em honra a Nossa Senhora Aparecida é uma oportunidade de mostrar ao povo a devoção brasileira da melhor e mais bela maneira possível. “Tive a oportunidade de estar em Nova York a convite da Columbia University e atuar como visiting scholar no Departamento de Música, pesquisando e produzindo conhecimento científico. Doutorei-me em Música na USP e desde então tenho me dedicado a projetos que usem a música para melhorar a vida do nosso povo dentro e fora dos limites geográficos do Brasil. Cultura e fé é uma parceria que pode dar muitos frutos”, afirmou. 

 

TRADIÇÃO

O costume da missa anual pela festa da padroeira do Brasil começou em 2012, embora em anos anteriores já houvesse missas organizadas pelo Consulado Brasileiro em datas como os dias da Independência e do Descobrimento do Brasil. O idealizador da tradição foi o Padre Amarilo Checom, já falecido. Atualmente, há 350 mil brasileiros residentes em Nova York, Nova Jersey e na Pensilvânia. No fim da missa, o CônsulGeral do Brasil agradeceu aos membros da comunidade brasileira “que seguem mantendo viva, ao longo de tantos anos, essa tradição que nos reúne para celebrar a devoção a Nossa Padroeira e Protetora”, disse. “A devoção mariana faz parte da nossa identidade como País”, completou.

O empresário Edgar Alves, 60, mora nos Estados unidos há 28 anos. Ele relatou ao O SÃO PAULO que há uma participação significativa de católicos brasileiros nas igrejas norte-americanas. “Creio que Nova Jersey tem uma concentração maior de brasileiros católicos. Já visitei comunidades católicas da Flórida e Massachusetts, e a participação da comunidade é bem ativa e presente. A receptividade americana ao povo brasileiro, na minha visão, é bem amigável”, disse.

 

LEIA TAMBÉM: Santuário Nossa Senhora Aparecida no Ipiranga terá programação especial em 12 de outubro

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.