NACIONAL

ESPORTE

Brasil já tem 170 vagas garantidas para os jogos de Tóquio 2020

Por Flavio Rogério Lopes
12 de fevereiro de 2020

As últimas 18 vagas que o Brasil conquistou para os Jogos Olímpicos foram com a Seleção Brasileira de Futebol masculina sub-23

Lucas Figueiredo/CBF

O Brasil vive uma grande expectativa para os Jogos Olímpicos de Verão de Tóquio 2020, que acontecerão entre 24 de julho e 9 de agosto. Até o momento, o País já tem 170 vagas asseguradas, em 18 modalidades. O Comitê Olímpico do Brasil (COB) projeta que 250 atletas brasileiros consigam a classificação.

As últimas 18 vagas que o Brasil conquistou para os Jogos Olímpicos foram com a Seleção Brasileira de Futebol masculina sub-23. A classificação veio apenas na última partida do Torneio Pré-Olímpico, na Colômbia, após a vitória sobre a Argentina, no domingo, 9, seleção até então invicta no torneio.  

DEFENDER O OURO

A Seleção Brasileira precisava vencer para garantir a ida para o Japão, pois no jogo anterior do quadrangular final, o Uruguai derrotou a Colômbia por 3 a 1, o que impedia a classificação brasileira apenas por meio de um empate. 

O técnico André Jardine fez mudanças na equipe e reforçou o sistema ofensivo. E as alterações funcionaram, pois, logo aos 12 minutos de jogo, o camisa 10, Pedrinho, fez um lançamento por cobertura para Paulinho, que tocou na saída do goleiro e abriu o placar. Aos 29 minutos, Matheus Cunha driblou o goleiro argentino e aumentou a vantagem. O atacante voltou a marcar aos nove minutos da etapa final, tornando-se o artilheiro do torneio, com cinco gols.

Com a classificação olímpica, o Brasil buscará o bicampeonato em Tóquio, após ter conquistado o inédito ouro nos Jogos Rio 2016.

DECEPÇÃO NO BASQUETE

Já a Seleção Brasileira Feminina de Basquete foi derrotada pela Austrália por 86 a 72 no domingo, 9, pelo Torneio Pré-Olímpico Mundial, na cidade de Bourges, na França. Assim, ficou sem chance de se classificar para a olimpíada, algo que não acontecia desde os Jogos de Barcelona 1992.

Com esse resultado, o Brasil terminou o Pré-Olímpico Mundial sem vitórias, já que anteriormente perdera para Porto Rico (91 a 89) e França (89 a 72). O que torna a não classificação brasileira mais decepcionante é o fato de que apenas o último colocado da chave do Brasil não garantiria vaga na próxima edição dos Jogos Olímpicos.

O QUE VEM POR AÍ?

Muitos brasileiros ainda buscam vagas olímpicas por meio dos mundiais, torneios pré-olímpicos, via ranking mundial ou por índice.

Os atletas da natação, por exemplo, terão o Troféu Maria Lenk, em abril, para confirmar os índices estabelecidos pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA). Nesta modalidade, já estão asseguradas 12 vagas, em três provas de revezamentos: 4x100m livre, 4x200m livre e 4x100m medley, todos no masculino.

Basquete (3x3 e de quadra) e handebol masculino terão missão complicada: os pré-olímpicos mundiais. A canoagem poderá garantir mais participações no Pan-Americano da modalidade, em Valparaíso, no Chile, entre 7 e 10 de maio.

170 VAGAS GARANTIDAS

Atletismo (23 vagas); Canoagem Slalom (2 vagas); Canoagem Velocidade (2 vagas); Futebol (36 vagas) – Seleção Feminina (18) e Seleção Masculina (18); Ginástica Artística (5 vagas); Handebol (14 vagas); Hipismo (7 vagas); Maratonas Aquáticas (1 vaga); Natação (12 vagas); Pentatlo Moderno (1 vaga); Rugby Sevens (12 vagas); Surfe (4 vagas); Tênis (1 vaga); Tênis de Mesa (6 vagas); Tiro com Arco (1 vaga); Vela (11 vagas); Vôlei (24 vagas) – Seleção Feminina (12) e Seleção Masculina (12); e Vôlei de Praia (8 vagas).

 

(Com Informações de Agência Brasil, COB e O Globo)

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.