INTERNACIONAL

Bolívia

Bispos: ‘Quarto mandato é atentado contra a democracia’

Por Filipe David
14 de outubro de 2017

“Este precedente pode minar a credibilidade e a legitimidade das autoridades e das instituições chamadas a preservar a saúde democrática de nosso País e pode nos colocar numa situação de violação da ordem constitucional, com consequências imprevisíveis”, declara Conferência dos Bispos da Bolívia

A Conferência dos Bispos da Bolívia criticou a decisão da corte constitucional boliviana que permitirá ao presidente Evo Morales – no poder desde 2006 – a disputa de um quarto mandato, contrariando a constituição boliviana, que limita o número de reeleições.

A decisão da Corte foi tomada em favor do partido de Evo Morales, o Movimento ao Socialismo (MAS). Ela se opõe ao resultado do referendo realizado no ano passado, no qual a população rejeitou a alteração da legislação sobre o limite máximo de reeleições.

“Este precedente pode minar a credibilidade e a legitimidade das autoridades e das instituições chamadas a preservar a saúde democrática de nosso País e pode nos colocar numa situação de violação da ordem constitucional, com consequências imprevisíveis”, diz a declaração dos Bispos.

Fonte: Fides

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.