INTERNACIONAL

Paquistão

‘Ano dos Jovens’ busca aproximar a juventude da Igreja

Por José Ferreira Filho
17 de abril de 2019

Catedral de São Patrício, em Karachi, local onde é anunciado o ‘Ano dos Jovens’ no Paquiastão

Reprodução da internet

A Comissão para os Jovens da Conferência Episcopal do Paquistão estabeleceu 2020 como o “Ano dos Jovens” para a Igreja Católica no País. Com o tema “Eisme aqui, envia-me”, a intenção é proporcionar “uma oportunidade para alimentar nosso futuro, para cuidar dos jovens, para ouvi-los e acompanhá-los em seu caminho de fé, e para crescer na santidade”, afirmou Dom Samson Shukardin, Bispo de Hyderabad, durante encontro realizado na Catedral de São Patrício, em Karachi, cidade costeira do sul do País asiático.

O objetivo é responsabilizar e envolver os jovens na Igreja, atribuindo-lhes responsabilidades e formando-os para difundir a Palavra de Deus e os valores cristãos, também por meio da mídia, da música, das artes, das atividades lúdicas e do esporte. A Comissão organizará eventos em todas as dioceses do Paquistão, inclusive seminários acerca do documento sinodal Christus Vivit (Cristo Vive), destinado aos jovens e divulgado pelo Vaticano no início do mês.

Um levantamento feito pela Fundação Ajuda à Igreja que Sofre (ACN) mostra que, com uma população atual de cerca de 205 milhões de habitantes, a religião predominante entre os paquistaneses é o Islamismo, com um percentual de 96,5%, enquanto 1,9% são hindus, 1,1% são protestantes e apenas 0,5% são católicos.

(Fonte: Vatican News e Countrymeters.info)
 

LEIA TAMBÉM: Chantagens contra bispo católico após acordo entre China e Vaticano

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.