SÃO PAULO

Domingo da Palavra de Deus

A Palavra de Deus é ‘alimento substancioso da fé e da vida cristã’

Por Redação
22 de janeiro de 2020

Cardeal Odilo Scherer motiva povo da Arquidiocese de São Paulo para a celebração do Domingo da Palavra de Deus

O Domingo da Palavra de Deus, que terá sua primeira edição celebrada no próximo dia 26, será oportunidade de que todos recordem que “não há missão e vida cristã autênticas, sem a centralidade da Palavra de Deus”. É o que destacou o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, em carta enviada ao toda a Arquidiocese, motivando, o clero, religiosos e leigos a darem ênfase para essa comemoração em suas paróquias e comunidades.

A data foi instituída pelo Papa Francisco em 30 de setembro de 2019, por meio da Carta Apostólica em forma de Motu Proprio Aperuit illis – “Abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras” (Lc 24, 45) – com o objetivo de conscientizar a comunidade cristã sobre o valor das Sagradas Escrituras na vida diária.

“A iniciativa faz parte do esforço de nova evangelização e de ‘conversão missionária’, necessário em toda a Igreja”, ressaltou Dom Odilo.

NAS COMUNIDADES

Nesse sentido, o Arcebispo motivou as comunidades a organizarem atividades voltadas a valorização da Palavra de Deus na vida da Igreja e na vida pessoal de cada um. Ele aconselhou, ainda, que seja dado destaque nas missas à Sagrada Escritura, como, por exemplo, com a entrada solene do Evangeliário na procissão de início da celebração.

“Pode-se perguntar ao povo, quem lê diariamente a Palavra de Deus? Semanalmente? Quem tem bíblia em casa? Pode-se pedir que as famílias iniciem o costume de ler cada dia, reunidas, um trecho dos Evangelhos...”

O Cardeal também exortou os que fazem homilias, catequeses ou alguma forma de pregação, que não se esqueçam que todos são servos da Palavra de Deus e deve oferecer o melhor de si para que ela seja servida aos irmãos como “alimento substancioso da fé e da vida cristã”.

“Essa Palavra traz a força e o poder de Deus e, portanto, deve ser anunciada com fé e humildade, sabendo que ela produz o seu efeito de forma misteriosa e não controlada por nós. A nós, cabe sermos fiéis e dedicados servidores dessa ‘Palavra da salvação’”, acrescentou Dom Odilo.

LEIA TAMBÉM:

Igreja se prepara para celebrar primeiro Domingo da Palavra de Deus

Papa institui Domingo da Palavra de Deus

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.