SÃO PAULO

PASTORAL DA SAÚDE

3º Seminário de Políticas Públicas de Saúde acontece em SP

Por Marcos Rubens
20 de novembro de 2018

130 pessoas participaram do evento na Universidade Nove de Julho

Marcos Rubens

A Pastoral da Saúde da Arquidiocese de São Paulo promoveu, no dia 10, a realização da terceira edição do Seminário dos Militantes nas Políticas Públicas de Saúde em Defesa do SUS, tendo como lema “As Políticas Públicas de Saúde (SUS) frente à nova realidade Brasileira”, na Universidade Nove de Julho - Campus Memorial.

O Seminário ocorreu no período da tarde, com a participação de mais de 130 pessoas, oriundas da Arquidiocese de São Paulo e dioceses vizinhas, interessadas na defesa do Sistema Único de Saúde, com as questões em torno de seu efetivo funcionamento.

Houve momentos formativos, partilha de conhecimentos e experiências a partir da apresentação dos convidados: Gilberto Natalini, Médico e Vereador do Município de São Paulo; Stephan Sperling, Médico da Família em Unidade Básica de Saúde e membro do Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (CEBES); Jorge Kayano, Médico Sanitarista do Instituto Pólis; Belfari Garcia Guiral, Sanitarista e Secretário Executivo do Conselho Estadual de Saúde na Secretaria de Estado da Saúde; Frederico Soares Lima, integrante da UMPS-União dos Movimentos Populares de Saúde; com a mediação de Padre Tarcísio Marques Mesquita, Coordenador Arquidiocesano de Pastoral; e Padre João Inácio Mildner, Assistente Eclesiástico da Pastoral da Saúde na Arquidiocese de São Paulo.

Grande parte dos participantes foram convidados por membros da Pastoral da Saúde, por exemplo, o senhor Carlos, que é Conselheiro Gestor na UBS Lapa e na Supervisão Técnica de Saúde Pinheiro. Segundo ele “esse tipo de encontro-seminário é muito importante para incentivar nossa participação em tudo que somos já atuantes e responsáveis”.

Já para Jorge Balbo, que participa da Igreja São José na Região Episcopal Sé e estava acompanhando sua irmã, “é bom conhecer esse trabalho, estou aprendendo com minha irmã que está mais envolvida”.

Maria José Nascimento Silva Passaro, Ministra Extraordinária da Sagrada Comunhão na Paróquia Nossa Senhora do Carmo da Vila Alpina, acompanhou o encontro e fez anotações em um livro de Atas que também utiliza durante seu serviço de Ministra. Ela disse que a metodologia daquela tarde estava muito boa e vai auxiliá-la no sínodo arquidiocesano, com os demais Ministros em sua Paróquia e principalmente na visita aos fiéis enfermos impossibilitados de participar da Santa Missa, aos quais ela leva a Sagrada Comunhão Eucarística.

(Marcos Rubens, da Comunicação Pastoral da Saúde CNBB Regional Sul 1)
 

LEIA TAMBÉM: Pastoral da Saúde discute plano pastoral para 2019

Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.