Cultura

Abas primárias

Mais fortes que o mal

Esta obra, a última escrita pelo Padre Gabriele Amorth antes de sua morte, em 2017, contou com a participação do jornalista Roberto Italo Zanini, e apresenta novos relatos de casos de exorcismo e instrui o cristão a se defender contra o demônio. Ensina como reconhecê-lo, vencê -lo e evitá-lo. Parte do pressuposto de que para vencer um inimigo é preciso, antes de tudo, conhecê-lo muito bem, e este livro é uma importante ferramenta nesse sentido.

Com a leitura de “Mais fortes que o mal”, o leitor estará diante do mistério do mal e da ação de Satanás, com base na experiência do maior exorcista italiano. Doença da mente ou mal da alma? As páginas do livro lidam com questões como a ação e o poder de mágicos, feiticeiros, adivinhos; além da eficácia dos maléficos que causam doenças e formas agudas de depressão. O autor também adverte contra o risco de algumas formas de associação por trás das quais as seitas satânicas podem se esconder, bem como iniciativas ambíguas ligadas ao Halloween. Entre os temas abordados está também o rock satânico de bandas provocadoras, em transmissões violentas pela televisão e muitas vezes inspiradas no mundo da magia e do xamanismo. 

“Apesar de ser extremamente difícil, para um exorcista é fundamental saber distinguir um mal maléfico de um mal psíquico. Os sintomas em que se baseiam os psiquiatras para definir o seu diagnóstico são completamente diferentes dos que interessam aos exorcistas. Cada um deve saber ficar em seu campo; quando assim acontece, somos reciprocamente úteis”, diz o Padre Gabriele Amorth.

FICHA TÉCNICA:
Autores: Padre Gabriele Amorth e Roberto Italo Zanini
Páginas: 360
Editora: Fons Sapientiae
Divulgação
Para pesquisar, digite abaixo e tecle enter.